Nos dias atuais, os apps para solicitar carros são indispensáveis. A onda começou com a Uber, e agora outras concorrentes como a 99 e a Cabify estão investindo pesado no serviço. Eles oferecem preços justos e bastante competitivos entre si, mas um novo serviço de compartilhamento de veículo lançado meses atrás promete ainda mais economia aos usuários.

O Urbano disponibiliza sessenta veículos Smart ForTwo e cinco BMW i3, o modelo elétrico, para uso compartilhado.O uso é bem simples, basta baixar o aplicativo, efetuar um breve cadastro e acessar a localização dos veículos livres que estão mais próximos. Após isso, basta reservar o automóvel, tendo até  quinze minutos para chegar até ele, destravá-lo pelo programa e já tomar conta do volante.

Um usuário assíduo do aplicativo informa:  “Percorro 4 quilômetros entre minha casa e o trabalho, no Campo Belo; uso o Urbano dez minutos por dia e gasto 10 reais, quase metade do que desembolsava no Uber.” O valor para aluguel dos veículos é de 1,20 real por minuto, sem custo adicional por quilometragem ou combustível. Vini Romano, diretor de marketing da empresa, informa: Nosso diferencial é não ter ponto fixo para deixar o carro, como acontece nas locadoras tradicionais; o cliente estaciona no lugar mais conveniente para ele nas áreas permitidas.

Os motoristas devem estacionar os veículos nas home zones. O espaço tem cerca de 1 quilômetro quadrado onde o motorista pode finalizar a corrida. Pelo menos no momento, as home zones estão localizadas no Aeroporto de Congonhas, Alphaville, Bela Vista, Berrini, Brooklin, Campo Belo, Chácara Santo Antônio, Itaim Bibi, Jardim Europa, Moema, Vila Madalena, Vila Nova Conceição e Vila Olímpia. A previsão é de que os serviços se espalhem para outras capitais no futuro. Para baixar o aplicativo, clique aqui.

5 COMENTÁRIOS

  1. Parece uma coisa muito bonita, hein?
    Mas só posso ir a um local próximo dessas “zonas de estacionamento”, caso contrário, serve pra quê?
    Outra coisa, a mais importante, não foi sequer citada nesta matéria: A responsabilidade de quem dirige esse carro.
    Se colidir com outro, quem paga? E se ao pegar um carro desse e quebrar? E se estiver amassado ou danificado? E se eu atropelar alguém? Se eu estiver dirigindo esse carro e me machucar em um acidente, como fica? E se o problema for desse carro e não meu, mas causou um acidente por falta de manutenção? Se enquanto dirijo o carro for roubado, o que acontece com meu bolso?
    Ora… Prepare-se, você que achou isso uma GRANDE ideia, pra ter uma bela de uma reserva financeira ou de contar com a sorte (no trânsito de SP vai precisar muito).

    • Bem, esqueci de comentar algumas coisas… ou de perguntar…
      Se a intenção das grandes cidades é tirar carros das ruas pra melhorar a mobilidade, o que esse serviço traz de benefício se coloca ainda mais carros nas ruas?
      Todos trabalham pra isso, mas essa grande ideia é piorar o trânsito, um pouco estranho.
      Desculpe ao “usuário assíduo” da matéria, mas pelo mesmo valor ele faz o trajeto por um aplicativo como uber, 99 e cabify, sem responsabilidade, sem preocupação, sem risco, no mesmo tempo e não coloca MAIS UM CARRO nas ruas pra atrapalhar a vida de todos no trânsito.
      Dá pra explicar os dois comentários se não for muito difícil pra você, senhor editor?

      • Ah! Sobre o meu comentário acima, que faz tudo pelo mesmo valor pela uber, também não anda mais que 10 metros entre a porta da casa dele e a porta do trabalho dele, do “usuário assíduo”.
        Gostaria que o editor ou alguém desse reais motivos e explicações de que esse serviço é vantajoso, pois só parece ser perigoso e trabalhoso e uma bela matéria paga.

  2. Bacana a matéria, ainda não fui no site do Urbano buscar informações mais afundo, mas me parece que é bem parecido com a locação de um veículo normal, poucas diferenças, por exemplo, a que não precisa ir na locadora preencher uma papelada, que pagarei por minuto rodado e que no aplicativo mesmo já sei se tem carro disponível, vou no site conferir os termos de uso. E obrigado por compartilhar a matéria, achei bem bacana esse aplicativo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here