O futuro da tenologia moderna de carregamento sem fio à “distância”, pode estar mais próxima do que imaginamos. Novas pistas foram relevadas por uma nova patente da Apple. Este tipo de patente é muito generalizada quanto à sua especificidade, mas aparenta ser um modelo que procura meios de eliminar todos os problemas do carregamento sem fios à distância.

Para esse processo, surgem dois problemas. Primeiramente, será necessária uma grande quantidade de energia que será precisa transmitir  para o aparelho, visto que ela é reduz com a distância. Em segundo, são necessárias normas de segurança que limitam a quantidade de energia que pode ser transmitida ao aparelho.

A patente da Apple incide na metodologia com que este processo funciona e concentra-se na prioridade e ordem em que os dispositivos são carregados. Outra decisão da empresa será definir qual aparelho, seja iPhone ou iPad, irá ser o primeiro a receber tal tecnologia.

Segundo o texto da patente, o método que será utilizado pode ser bem mais sofisticado, e em análise podem estar padrões de uso dos utilizadores que permitirão ao sistema carregar o dispositivo para que ature um dia de uso. No entanto, até o momento não se sabe quando essa tecnologia de ponta será implantada ao mercado, muito menos espera-se que seja em 2018.

Deixe uma resposta