Pelo menos nos testes realizados, nem todos os dispositivos Galaxy S9 têm a mesma duração de bateria. Mas o que estaria causando isso? Bem,  sabemos que o Galaxy S9 vem em duas versões: uma que é vendida nos Estados Unidos, China e Japão com o processador Qualcomm Snapdragon 845, e outra versão com o processador Exynos 9810 para o resto do mundo. Comparando as duas versões, testes mostraram que  a duração da bateria foi realmente pior do que no seu antecessor, o S8.

Foto: GSMArena

Mas no caso, onde estaria o problema? É óbvio que está em algum lugar dentro da própria arquitetura do chip Exynos. Rodando em em altas velocidades, ele usa muito mais seus recursos do que os concorrentes e parece haver vazamento de energia. A culpa não está apenas na velocidade do clock, uma vez que outros fabricantes de smartphones operam seus processadores em velocidades igualmente altas, mas evitam esses problemas.

Diante disso, o usuário deve levar em conta esses problemas da bateria e considerar se deve ou não ignorar a atualização para o novo Galaxy S9, pelo menos por enquanto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here