Desmentindo rumores, novo estudo diz que celular não provoca câncer no cérebro

Rumores percorrem a tempos falando que o contato frequente do aparelho celular com o ser humano pode provocar doenças como câncer. No entanto, um novo estudo feito pela  FDA investiu US $ 25 milhões num estudo e disse que o uso de celular é seguro em seres humanos.

O chefe de saúde da radiação da FDA, Dr. Jeffrey Shuren, disse: “Os limites de segurança atuais para celulares são aceitáveis ​​para proteger a saúde pública”. Já o Dr. Otis Brawley, médico-chefe da Sociedade Americana do Câncer, informa: “Estou realmente segurando meu celular no meu ouvido”. O médico apontou que os testes de roedores não refletiam o uso humano da vida real dos celulares, e acrescentou que a conexão entre celulares e câncer em seres humanos é “fraca”.

De forma irônica,  os ratos que foram explodidos com radiação de celulares viveram mais do que um grupo de roedores não irradiados. Os médicos concluíram que a radiação poderia ter reduzido a inflamação, o que reduziu as probabilidades de ratos e ratos irradiados adquirirem uma doença fatal. Sendo assim, é claro dizermos que nossos dispositivos não são tão radiativos quanto muitos afirmam ser, e não oferecem riscos a saúde, se usados de forma moderada.

Via
PhoneArena

Felipe Lupetti

Focado na área da tecnologia e Smartphone, 29 anos e redator do site Tudo em Tecnologia.

Você vai gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close