O aplicativo de transporte 99, está sendo utilizado em um novo esquema fraudulento. O golpe tem como base o sistema que indica os motoristas por perto. Dessa forma, os fraudadores tem criado diversas contas de passageiros para iniciar corridas, tendo certeza que serão adicionados no motorista mais próximo. Geralmente, o golpe é aplicado em dupla. Um fica responsável por aceitar as corridas falsas e o outro realiza os pedidos, trocando os chips para mudar as contas no aplicativo da 99.

Os criminosos lucram com os descontos e créditos promocionais gerados exclusivamente para os passageiros. Apesar do valor da corrida ser menor, os motoristas recebem o pagamento total. Além disso, existe aqueles que aproveitam dos bônus gerados pela 99 em feriados.

Cartões de crédito clonados também estão sendo utilizados. Os fraudadores usam programas que geram milhares de combinações, que eventualmente, encontram um cartão válido. Com esses dados, é possível solicitar várias corridas falsas, aumentando os lucros desses criminosos.

O esquema permite que o faturamento desses motoristas sejam, pelo menos, quatro vezes maior que a média, chegando a uma renda de R$ 7 mil em um final de semana. No Uber isso não é possível. O aplicativo possui um sistema de rastreamento, que considera o tempo em que o motorista está com o app funcionando, fazendo uma média de proximidade com o passageiro. Esse recurso dificulta o direcionamento para outra conta.

Mas o golpe não para por aí. Existe uma versão “premium” que permite ganhar dinheiro em casa. Um programa simula movimentações de motoristas e passageiros, fazendo com que a 99 entenda que ambos estão realizando uma corrida. A fraude está sendo compartilhada nas mídias sociais. Contas de usuários e CNH com permissão para atividade remunerada são vendidas. O kit entrega chips de celular, CPFs falsos e até um manual de instruções, tudo isso por R$ 350.

Em um comunicado, a 99 disse: “temos trabalhado para identificar comportamentos atípicos e, quando constatado abuso pelo usuário da plataforma, realizamos o bloqueio da conta de passageiro ou motorista. Além disso, pedimos aos usuários e parceiros motoristas, que denunciem casos de abuso através do telefone 0300 3132 421”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here