Ontem, em um evento que antecede a IFA, em Berlim, a Samsung anunciou oficialmente o mais novo mebro da família, o Galaxy Note 2.

O dispositivo  possui  tela Super AMOLED HD de 5,5” com resolução de 1280 x 720, é um pouco mais longo que o Galaxy Note e possui aspect ratio de 16:9, seu processador é um quad-core com clock de 1.6GHz e 2GB de memória RAM, heverão versões com 16, 32 e 64GB  de armazenamento interno.

Seu design lembra muito o Galaxy S3, o Galaxy Note 2 virá com uma câmera frontal de 1.9MP e traseira de 8MP com flash, foco automático suporte a gravação em FullHD 1080p,  Bluetooth 4.0, usb 2.0 Host, suporte a 3G e 4G LTE, Wi-Fi a/b/g/n e suporte a NFC. Ainda conta com uma bateria de 3,100mAh, o que dará um “fôlego” extra na sua autonomia.

Um dos grandes destaques do dispositivo é a caneta S Pen, que também passou por alerações. Ela é mais grossa e maior, o que lhe dá maior ergonomia e tem em sua ponta um acabamento de borracha, o que proporciona uma sensação mais similar à escrita com uma caneta convencional. Uma curiosidade, não é necessário você encostar a caneta ao dispositivo, alguns comandos são feitos ao aproximar a caneta da tela, como por exemplo  o “Air View”, um recurso muito interessante que funciona como uma pré-visualização ao pairar a caneta sobre a imagem, vídeo ou e-mail. É possível inclusive rodar um vídeo em miniatura e acessar uma página da internet ao mesmo tempo. A Samsung transformou a experiência do aparelho em algo semelhante ao que temos no computador ao utilizar o recurso multitarefas. 

Para quem não sabe, o Galaxy Note vendeu mais de 10 milhões de unidades. Recentemente a Samsung tomou um golpe muito duro ao perder judicialmente uma ação de patentes contra a Apple, agora ela corre o risco de ter alguns de seus modelos proibidos para a venda em solo americano.

Apesar de ter um estilo que  divide o gosto, pequeno demais para um tablet e grande demais para um telefone, este dispositivo chamado pela a mídia de Phablet (Phone + Tablet) é exatamente o que a empresa sul coreana precisa.

Não há concorrente direto para o Galaxy Note 2, apesar de não ser o primeiro dispositivo de 5” no mercado. Em 2010 a Dell investiu no Streak, um dispositivo  que veio com seu sistema operacional Android defasado, teve pouco impacto no mercado pois era voltado ao público corporativo e a Dell falhou em disponibilizar uma atualização do S.O. a tempo. Apenas com a vinda do Galaxy Note é que se pôde constatar uma demanda para estes dispositivos.

A briga direta com o iPhone vai ficar a cargo do Galaxy S3, e a importante função do Galaxy Note 2 é atrair a atenção dos consumidores para a marca. A Samsung terá vantagem tendo mais variedades de modelos e conseguindo cortar os custos da produção, uma vez que o Galaxy Note 2 compartilha parte das peças do Galaxy S3. Não é a toa que a Samsung é a maior fabricante de telefones do mundo.

Sem preço definido ainda, a previsão é de que o Galaxy Note 2 chegue ainda em outubro para o Brasil, o modelo antigo continuará disponível e terá seu preço de venda revisado, uma ótima notícia para nós.

Fonte: UberGizmo

Vídeo: Cnet

2 COMMENTS

  1. Opa, O Galaxy note 2 com o preço da promoçao (R$ 1.394,07) tem um bom custo beneficio?
    Sabe me dizer se essa loja efacil é bom?

Deixe uma resposta