O ciclista amador Australiano Clara Gareth, de 36 anos, sofreu queimaduras de terceiro grau após seu iPhone 6 explodir em sua coxa na tarde deste domingo, 31/07.

Clara Gareth estava andando de bicicleta sozinho em Sidney quando seu pé esquerdo prendeu no pedal de sua bicicleta, acarretando em, como o próprio caracteriza, uma pequena queda.

O que restou do iPhone
O que restou do iPhone

A queda em si só provocou pequenos arranhões no ciclista. Porém seu iPhone 6, que estava no seu bolso direito, sofreu uma falha na bateria e começou a derreter suas roupas e, consequentemente, sua pele. O smartphone, após ter derretido através da roupa de ciclismo do atleta, ficou grudado em sua coxa direita causando a queimadura de terceiro grau. Clara ainda tentou retirar o aparelho com a mãos, o que acabou acarretando em queimaduras nos seus dedos.

O Ciclista está internado em observação em um hospital de Sidney, onde foi submetido a uma operação de enxerto de pele.

Esse não é o primeiro caso de acidente envolvendo a bateria de um smartphone. Constantemente vemos notícias do gênero, como alguns casos de explosões envolvendo smartphones de várias fabricantes.

 

VIA9 News
COMPARTILHE

Deixe uma resposta