Depois de muito tempo, finalmente Mark Zuckerberg, o fundador e CEO do Facebook, decidiu vir á publico e comentar os fatos ocorridos em 2016 envolvendo o Facebook, os usuários e a empresa Cambridge Analytica. Para relembrar o caso, esta empresa utilizou  dados pessoais de  usuários do Facebook e os usou de maneira equivocada, violando os termos e diretrizes do Facebook. Isso tudo desempenhou um grande papel na influência dos eleitores nas eleições presidenciais dos EUA em 2016. Hoje,  Mark Zuckerberg, quebrou seu silêncio e divulgou uma longa declaração sobre o escândalo de dados entre o Cambridge Analytica, o Facebook, e a influência dos usuários durante as 2016 eletricidades dos EUA.

Não contente com tudo isso, Zuckerberg falou em uma entrevista no CNN que as ações para evitar esse tipo de coisa já foram tomadas em 2014. No entanto, os danos ocorreram desde 2013 com os dados adquiridos indevidamente pelo questionário de personalidade de Kogan, pesquisador da Universidade de Cambridge.  Zuckerberg reconhece que mais ações precisam ser tomadas para evitar os dados dos usuárioss sejam usados para outros fins.  Zuckerberg  descreveu no post:

  • O Facebook investigará todos os aplicativos que tiveram acesso a grandes quantidades de informações anteriores à atualização de 2014 e auditará os aplicativos com atividades suspeitas e banirá qualquer desenvolvedor que não colaborar com uma auditoria completa, e o Facebook notificará todos os usuários do aplicativo, incluindo aqueles pessoas que usaram o aplicativo de personalidade de Kogan.
  • O Facebook restringirá ainda mais o acesso do desenvolvedor aos dados pessoais, removendo o acesso do desenvolvedor aos dados se um usuário não usar o aplicativo em três meses. A única coisa que os desenvolvedores poderão ver a partir de então será o nome, a foto do perfil e o endereço de e-mail. Além da aprovação do usuário, os desenvolvedores também precisarão assinar um contrato antes de solicitar informações adicionais a alguém.
  • No próximo mês, o Facebook mostrará a todos os usuários uma ferramenta na parte superior do feed de notícias que pode ser usada para revogar aplicativos que você permitiu acessar suas informações no passado. (Esta ferramenta já existe nas configurações de privacidade, mas o Facebook irá destacá-lo no feed de notícias para que fique mais visível).
Foto: The Independent

Conforme observamos, o Facebook está tomando medidas drásticas para que esse tipo de problema volte ocorrer, mas infelizmente, tem danos do passado que não podem ser apagados. O que a rede social precisa atualmente é tentar apagar o máximo possível essa mancha, e seguir em frente.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here