Recentemente comentamos aqui a diferença entre as versões do novo Flagship da linha Moto, o Moto Z e das duas diferentes versões dos processadores embarcados. Parecia que a Lenovo estava seguindo a estratégia da LG em lançar uma versão menos potente por aqui, de modo a não gerar um custo elevado demais ao consumidor.

No entanto, recebemos um comunicado da Lenovo esclarecendo que apenas no mercado norte-americano o Moto Z terá Snapdragon 820 com clock de 2,15 GHz, ou seja, no resto do mundo ele chegará com versão de 1,8 GHz. Segundo a empresa, essa medida se dá por conta dos requisitos específicos nos EUA.

“A Motorola, empresa do grupo Lenovo, reforça que a diferença de frequência do processador do Moto Z que será comercializado no mercado americano e o que chegará nos demais mercados do mundo, não pode ser considerada inferior em suas especificações técnicas. Tampouco acarreta diferenças significativas de desempenho entre as duas versões do smartphone, uma vez que o desempenho do aparelho não depende unicamente da frequência máxima do processador, mas sim de diversos elementos que compõem o hardware e software do produto.

A empresa esclarece ainda que o Moto Z que será lançado no Brasil terá o mesmo processador SnapDragon 820, com frequência de 1,8 GHz, em todo os mercados no mundo. A única exceção é a versão que será comercializada nos EUA, que terá esta variação para atender a necessidade específica da rede celular local e que tem frequência máxima de 2,2 GHz.

Assim como os Estados Unidos têm requisitos específicos, no Brasil, por exemplo, incluímos algumas funcionalidades como TV Digital (no Moto G4), ou Dual SIM Inteligente em toda a família Moto, incluindo o Moto Z; que não existem em outros países do mundo e que foram desenvolvidas para o nosso consumidor, por sua relevância local.

Por fim, a Motorola reforça que o seu maior compromisso é com a satisfação de seus consumidores, oferecendo produtos com alta tecnologia, excelência em qualidade e serviços que atendam às necessidades do público.”

Sendo assim, na prática a política da Lenovo é similar a da Samsung que lançou uma versão exclusiva para mercado americano com Snapdragon 820. Ao contrário da LG, que trouxe o G5 SE com hardware bastante inferior ao modelo com Qualcomm 820 para alguns mercados.

moto-z-frente-1060x602

Agradecemos à atenção do departamento de comunicação da Lenovo em informar seus consumidores sobre o aparelho.

Agora, é só esperar ele chegar por aqui.

COMPARTILHE

Deixe uma resposta