A Nvidia lançou sua linha completa da Geforce Série 600M que chegará em breve ao mercado, sendo que inclusive algumas já disponíveis e sendo comercializadas, principalmente as versões baseadas na arquitetura antiga, a Fermi, sendo os modelos com Kepler estão chegando em breve no mercado e promete uma boa evolução no desempenho, superando bem os modelos baseado no chip Fermi.

A princípio o maior ganho são dos modelos GT640M, GT650M e GTX660M que chegarão com desempenho excelente e um número de cuda cores bem considerável, 384. A grande maioria dos modelos serão apenas uma renomeação, com pouco ganho de desempenho, confira essas versões: Geforce G610M (baseada na GT520M), GT620M (baseada na GT525M), GT630M (baseada na GT540M), GT635M (baseada na GT555M), GTX670M (baseada na GTX570M) e a GTX675M (baseada na GTX580M).

 

Os novos chips são a minoria e contam com fabricação com tecnologia de 28nm (na Fermi é tecnologia 40nm) e por enquanto são: Geforce GT640M, GT540M, GTX660M, esses estarão disponíveis a partir de abril e um pouco depois chegará a GTX680M, que provavelmente será o chip gráfico mobile mais potente atualmente (só não será se a AMD aprontar alguma com a nova geração dos seus chips).

Confira abaixo uma tabela com mais informações sobre a Nova Geração Nvidia geforce Série 600M:

  • Arquitetura Fermi:

  • Arquitetura Kepler:

O grande avanço da nova plataforma Kepler é seu grande número de Cuda Cores o que vai se traduzir em maior desempenho e com taxa de clocks mais baixos em relação a geração Fermi, na prática vai fazer com que o chip gráfico esquente menos, tanto é que GT640M já equipa um Ultrabook, o Acer Timline M3 e em termos de desempenho, a GT640M já é bem superior a Geforce GT555M.

No Brasil os notebooks com arquitetura Fermi muito em breve já estarão disponíveis nas lojas, pois chegarão primeiro e inclusive já estão à venda em outros países, já os modelos Kepler, deverão chegar nos próximos meses.

Deixe uma resposta