Pesquisadores colocaram a prova segurança do iOS

Alguns pesquisadores afirmam que o sistema iOS equipado principalmente em iPads e iPhones da Apple é tão vulnerável quanto o sistema Android, isso porque muitos usuários afirmam que o sistema Android tem baixa segurança e muitos malwares sendo muito vulnerável, já o iOS tem segurança superior e não é nem um pouco vulnerável.

No caso dos desktops, sabemos que há muitos vírus e malwares para o sistema operacional Windows e os usuários do sistema OS donos dos computadores Mac da Apple em grande parte estão poupadas deste mal, pois o que ajuda é a diferença de segurança dos sistemas, certas permissões e principalmente o número de usuários que no caso do Windows é muito maior que o do sistema OS fazendo com que o Windows seja o alvo preferido dos hackers.

 ios7

Voltando para os smartphones o problema acontece pelo seguinte: o sistema Android é bem mais vulnerável de acordo com os especialistas porque simplesmente aceita aplicativos e jogos de terceiros que são livres para criar e incluir no Google Play novos aplicativos e jogos e com isso algumas pessoas mal intencionadas acabam criando vírus e malwares e incluindo na Play Store do nosso querido google, fora o fato do número de usuários do Android ser muito grande e isso ajuda muito o sistema a ser alvo de hackers na visão de pesquisadores. Como a Apple não permite aplicativos e jogos de terceiros tudo é instalado pela App Store para avaliar se é prejudicial ou mal intencionada antes de chegar ao seus smartphones e/ou tablets.

Cansados de ouvirem a mesma conversa, pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Geórgia resolveram criar um malware e incluir na App Store e provar que o sistema iOS não é tão seguro como muitos afirmam de pés juntos que é, com isso esse “malware” na verdade só foi para provar que o sistema da Apple não é tão seguro assim, ele era um software disfarçado como um aplicativo de notícias e acessou várias permissões do celular, como o uso de câmera, dados do usuário, mensagens de texto e pode instalar outros malwares via Safari.

Os pesquisadores criticam o software de verificação usado pela Apple, e depois do teste bem sucedido eles removeram o aplicativo de notícias da App Store.

Via: Notebook Check

Você vai gostar

Deixe uma resposta

Close
Close