A Qbex é uma empresa brasileiras criada em 2000, ela fabrica produtos como notebooks, ultrabooks, tables e smartphones. Agora a fabricante está processando a Intel nos Estados Unidos devido a problemas recentes com os processadores Atom da linha SoFIA, que segunda a Qbex são responsáveis por causar superaquecimentos, queima e até explosões de aparelhos.

O valor pedido pela empresa brasileira é de US$ 100 milhões de indenização. A empresa recebeu mais de 35 mil reclamações, sendo 4 mil processos contra Qbex aqui no Brasil devido aos problemas causados.

“A Qbex antes conhecida como uma marca de eletrônicos confiáveis e baratos no Brasil é agora conhecido como a marca de smartphones explosivos”, resume a ação judicial da empresa brasileira.

No total 235 mil aparelhos foram vendidos com o chip, as vendas se iniciaram em outubro de 2015, e duraram até o último mês do ano passado, mas no processo a empresa brasileira alega que a Intel já sabia do problema desde o início das vendas, mas optou por manter as vendas.

A Intel diz que vai investigar todas as alegações feitas, mas até o momento não acredita que seja os chips da empresa que tenha causado os problemas citados.

Deixe uma resposta