A briga entre os smartphones intermediários continua acirradíssima, com modelos cada vez mais próximos aos tops de linha presentes no mercado. No meio dessa competição para ver quem se sai melhor, os consumidores acabam com dúvidas entre qual escolher.

Hoje veremos qual o melhor smartphone entre o Galaxy J7 Prime e o Quantum Fly. Qual será o melhor, o fabricado pela sul-coreana Samsung ou o brasileiríssimo Quantum? Veremos abaixo.

QUANTUM FLY VS GALAXY J7 PRIME

DESEMPENHO E HARDWARE

O J7 Prime é o smartphone da linha J mais potente no mercado. Suas configurações técnicas incluem um processador Exynos 7870 Cortex-A53 de oito núcleos rodando a 1.6GHz. Seu conjunto de memórias incluem 3GB de memória RAM e 32GB de armazenamento interno expansível por microSD.

Já o Quantum Fly foi o primeiro smartphone no mercado brasileiro a desembarcar oficialmente com chipset de 10 núcleos. Ele conta com o MediaTek Helio X20 64-bit deca-core, sendo 2x Cortex-A72 de até 2.1 GHz + 4x Cortex-A53 1.4 GHz + 4x 1.8 GHz) e ótimos 3 GB de memória RAM. Sua memória interna tem 32 GB (expansível).

Os dois smartphones contam com leitores de impressões digitais.

No quesito desempenho, o Quantum Fly se sai melhor devido ao seu processador ser bem mais potente do que o presente no J7 Prime. As demais características são bem equivalentes.

CÂMERAS

O Quantum Fly possui 16 megapixels com flash dual-LED e abertura f/2.0 na parte traseira, além de fazer vídeos em 1080p. Na parte frontal o aparelho conta com 8 megapixels e flash LED.

Já o J7 Prime possui uma lente traseira com menos resolução, possuindo 13 megapixels, porém possui abertura maior, de f/1.9, resultando em imagens com iluminação melhor. Já a câmera frontal possui a mesma resolução, com 8 megapixels, porém com maior abertura, igual a traseira, com f/1.9.

Neste quesito não há dúvidas, o Galaxy J7 tem um sensor melhor, tanto o frontal como a traseira, então, para quem busca mais qualidade de fotos, o J7 Prime tem boa vantagem.

TELA

Tanto o Quantum Fly quanto o J7 Prime possuem uma tela com resolução FullHD 1080p, porém a do Quantum possui 5,2 polegadas e a do J7 Prime possui 5,5 polegadas. No resultado final quase não dá pra sentir a diferença, porém, para os mais atenciosos, o Quantum Fly possui uma pequena vantagem na qualidade de imagem por possuir uma tela um pouco menor.

SISTEMA

Ambos contam com Android 6.0.1 Marshmallow modificado pelo seu fabricante e não há informações e nem data da liberação do 7.0 Nougat. Porém é provável que os dois sejam atualizados para o Nougat, só não sabemos quando.

BATERIA

O J7 Prime sai em vantagem neste quesito com uma bateria de 3.300 mAh contra 3.000 mAh do Quantum Fly, resultando em mais tempo longe da tomada.

PREÇO

O J7 Prime chegou ao mercado custando R$ 1.599, mas já pode ser encontrado por R$ 1.299 em promoção. Já o Quantum Fly estreou no Brasil por R$ 1.449, mas já pode ser encontrado por menos de R$ 1.150,00.

CONCLUSÃO

Quantum Fly vs Galaxy J7 Prime

O Quantum Fly é o exemplo claro de que o Brasil também pode produzir smartphones de qualidade, diferente da imagem deixada pela Positivo e CCE. O aparelho conta com diversos pontos positivos, além de superar o J7 Prime no quesito desempenho.

É um combate bem disputado, mas em resumo: quem busca mais performance, o Quantum Fly vence com seu chipset mais potente! Já quem procura mais qualidade nas câmeras, ai a escolha certa é o Galaxy J7 Prime.

Deixe uma resposta