Todos os holofotes estão praticamente apontados para os aparelhos da empresa Xiaomi que recentemente voltou a fabricar seus produtos aqui no Brasil. E com isso, aproveitando a onda de comparativos com o Redmi 2 que é o primeiro dispositivo comercializado aqui no país, hoje o trazemos mais uma vez para batalhar contra um novo adversário, o Samsung Galaxy S3 Neo.

Apesar do Redmi 2 ser o favorito e possuir o cinturão da sua categoria, será que o compacto da Samsung desbancará o campeão? Vamos ver isso a seguir.

  • Redmi 2 vs Galaxy S3 Neo

O Xiaomi Redmi 2 foi lançado em janeiro de 2015, com a promessa de ser um aparelho de performance boa e um preço arrasador, até o momento tem feito um bom trabalho.

O Samsung Galaxy S3 Neo foi anunciado em abril de 2014, sendo mais uma versão entre diversas do já conhecido Galaxy s3.

  • Desempenho

O Redmi 2 vem com um chipset Qualcomm Snapdragon 410 com processador quad-core e clock de 1.2 GHz, GPU Adreno 306, memória RAM de 1 GB, 8 GB de memória de armazenamento interno (expansível até 32 GB através de microSD), tela IPS LCD de 4.7 polegadas com resolução HD de 720 x 1280 pixels (312 ppi), câmera traseira de 8 megapixels com frontal de 2 megapixels e bateria com capacidade máxima para 2200 mAh.

O Galaxy S3 Neo vem com um chip Qualcomm Snapdragon 400 com processador quad-core e clock de 1.4 GHz, GPU Adreno 305, memória RAM de 1.5 GB, 16 GB de memória de armazenamento interno (expansível até 64 GB através de microSD), tela Super AMOLED de 4.8 polegadas com resolução HD de 720 x 1280 pixels (306 ppi), câmera traseira de 8 megapixels com frontal de 1.9 megapixels e bateria com capacidade máxima para 2100 mAh.

Redmi2vsGalaxyS3NeoGraph

A diferença é muito baixa em comparação de performance, aqui deu um belo empate.

  • Câmera

Os dois aparelhos possuem câmeras traseiras com 8 megapixels cada e frontal de 2 megapixels (arredondando o 1.9 MP do S3 Neo), com gravação de vídeo em FullHD de 1920 x 1080 a 30 quadros por segundo. Vamos ver a questão de qualidade da lente.

Foto:

Filmagem:

  • Tela

O Redmi 2 tem um display IPS LCD de 4.7 polegadas com resolução HD de 720 x 1280 pixels, o que gera 312 pixels por polegada. O Galaxy S3 Neo possui a tela com tecnologia Super AMOLED de 4.8 polegadas com resolução HD de 720 x 1280 pixels, gerando 306 pixels por polegada.

  • Sistema

O smartphone da Xiaomi sai de fábrica com o Android 4.4.4 de codinome KitKat, enquanto o Neo vem com o Android 4.3 Jelly Bean, porém os novos lotes do Samsung já estão chegando com KitKat.

  • Recursos e Conexões

O Xiaomi Redmi 2 possui:

  1. Wi-Fi 802.11 b/g/n, Wi-Fi Direct, hotspot.
  2. Bluetooth na versão 4.0, A2DP.
  3. GPS com A-GPS e GLONASS.
  4. Rádio FM.
  5. 4G.
  6. Dual Chip
  7. microUSB 2.0.

Recursos:

  1. Sensores de acelerômetro, giroscópio, proximidade e compasso.
  2. Compatível com HTML5.
  3. Microfone dedicado com redutor de ruído.

– O Samsung Galaxy S3 Neo possui:

  1. Wi-Fi 802.11 b/g/n, Wi-Fi Direct, dual-band e hotspot.
  2. Bluetooth na versão 4.0, A2DP, NFC.
  3. GPS com A-GPS e GLONASS.
  4. Rádio FM com RDS.
  5. Dual Chip
  6. microUSB 2.0.

Recursos:

  1. Sensores de acelerômetro, giroscópio, proximidade e compasso.
  2. Compatível com HTML5.
  3. Microfone dedicado com redutor de ruído.
  • Bateria

O Xiaomi Redmi 2 tem uma bateria com 2200 mAh e o Galaxy S3 Neo uma bateria com 2100 mAh. A diferença é minima aqui em quesito tempo de uso, mas com vantagem para o Redmi.

  • Preço

O Redmi 2 terá o preço sugerido na faixa de R$ 499,00 podendo ser achado por menor valor. O Galaxy S3 Neo custa a partir de R$ 534,10.

  • Conclusão

Essa disputa ficou bem acirrada, e a necessidade do 4G é quem pode decidir a favor do Redmi 2, porém caso usuário não tenha cobertura 4G, o S3 Neo é apenas um pouquinho mais caro, porém tem 50% a mais de memória RAM e o dobro de memória interna, o que é muito interessante para muitos usuários.

Os dois são ótimas escolhas e as necessidades de cada usuário é quem vai decidir a escolha final.

[poll id=”9″]

Fonte: GSM Arena, Kimovil

COMPARTILHE
Cursando Engenharia Mecânica, me encontro 4º ano, sempre apaixonado por tecnologia desde criança, este mundo sempre me fascinou e com toda a certeza continua fascinando.

Deixe uma resposta