A Samsung finalmente tomou uma decisão definitiva em relação ao Galaxy Note7. Após tantos problemas com o aparelho, o que custou alguns bilhões de dólares para os seus cofres, a fabricante finalmente decidiu matar o phablet problemático de uma vez.

Através de um comunicado, a Samsung pediu para que todos os compradores do Note7 desliguem o aparelho e o devolvam no local da compra imediatamente. Confira o comunicado:

“Estamos trabalhando [Samsung] em conjunto com o CPSC [Comissão de Segurança de Produtos para o Consumidor], para investigar os casos recentes evolvendo o Note7. Enquanto a investigação segue seu curso, a Samsung pede a todos os seus parceiros que parem as vendas e as trocas do Note7 imediatamente. Levando em conta que os aparelhos podem trazer um risco de segurança aos seus usuários, pedimos que os consumidores com um Note7 (1º ou 2º lote) desliguem e entrem em contato com a loja onde o adquiriu. “

Além de solicitar a devolução em massa de todos os Note7 no mercado internacional, a Samsung informou que os proprietários do phablet-bomba podem trocar o seu aparelho por um S7 ou S7 edge, além de um reembolso tanto na diferença de preço para os aparelhos quanto pela devolução dos acessórios específicos para o Note7, além de também terem a opção de um reembolso no valor integral.

É muito difícil que a Samsung traga o Note7 ao mercado novamente devido à propaganda negativa que o phablet touxe a marca. Com a retirada do aparelho de circulação, a empresa terá um prejuízo estimado em cerca de US$ 17 BILHÕES de dólares, isso significa que a empresa perderá mais de R$ 54 BILHÕES de reais.

A fabricante agora volta todos os seus esforços no desenvolvimento do Galaxy S8, que deverá ser lançado entre fevereiro e março de 2017.

 

VIAReuters
FONTESamsung
COMPARTILHE

Deixe uma resposta