Bateria sempre foi o calcanhar de Áquiles de qualquer smartphone, para alguns é um problema maior ou um pouco menor para outros, tanto que algumas fabricantes começam a aumentar a quantidade de capacidade em miliamperes por hora (mAh) de seus aparelhos, mas isso por si só não significa uma autonomia melhor, afinal cada vez mais esses dispositivos vem com mais e mais recursos de software que, se não forem bem desenvolvidos e otimizados, podem fazer com que sua bateria mal aguente até o final do dia.

A solução disso pode ser um complicada de realizar, afinal envolveria uma melhora na produção desses softwares, um aumento na capacidade e novas tecnologias para armazenamento de energia da bateria, o que se torna bem difícil já que a tecnologia para todos os outros componentes correm a uma velocidade incrível, enquanto as baterias andam a passos de tartaruga. Mas enquanto não descobrem uma nova tecnologia para revolucionar as baterias, como se saem os atuais líderes de mercado nesse quesito? Foi pensando nisso que o pessoal do Phone Arena decidiu juntar 11 smartphones de fabricantes diferentes para averiguar esse quesito.

Os aparelhos testados foram: Xperia Z3 e Xperia Z3 Compact, da Sony, iPhone 6 e iPhone 6 Plus, da Apple, Galaxy S5 e Galaxy Note 4, da Samsung, One (M8), da HTC, DROID Turbo, da Motorola, G3, da LG, Nexus 6, do Google, e o One, da OnePlus. O teste foi realizado da seguinte forma, eles fizeram um teste de autonomia da bateria de cada smartphone e coletaram o resultado em minutos, com o resultado em mãos eles dividiram o número pela capacidade da bateria de próprio aparelho e, em seguida, multiplicaram pela média da capacidade da bateria de todos os aparelhos, em mAh. A vantagem desse teste é que é possível comparar a autonomia de todos os smartphones testados, por conta dos cálculos que foram realizados, caso eles tivessem a mesma capacidade de bateria em mAh e o resultado que eles obtiveram você pode conferir na tabela abaixo.

teste-bateria-smartphones-phonearena

Fonte

COMPARTILHE
Estudante de Bacharelado em Ciência da Computação, 20 anos, colaborador do Tudo em Tecnologia trazendo dicas e novidades das plataformas móveis: Android, Windows Phone e iOS.

Deixe uma resposta