O Android M tem aparecido com várias novidades e promessas de melhorias em diversas áreas do sistema operacional da Google. Uma das notícias que foram comentadas pela própria empresa, diz respeito ao aperfeiçoamento significativo na economia de bateria que a nova versão do OS disponibilizaria para os aparelhos vinculados ao sistema do robô.

Apelidado de Doze, o gerenciador de energia completamente remodelado irá deixar o dispositivo em uma espécie de hibernação, prometendo até o dobro de tempo de carga na bateria no modo stand-by.

Um teste feito com um Nexus 5 pelo site Computer Base colocou a prova essa funcionalidade gerando os resultados a seguir:

  1. 8 horas de stand-by: Com o Android 5.1.1 foram gastos 4% -> Com o Android M foram gastos 1,5%.
  2. 24 horas de stand-by: Com o Android 5.1.1 foram gastos 12% -> Com o Android M foram gastos 4,5%.
  3. 48 horas de stand-by: Com o Android 5.1.1 foram gastos 24% -> Com o Android M foram gastos 9%.
  4. Tempo Total: Com o Android 5.1.1 durou 200 horas em stand-by -> Com o Android M durou 533 horas em stand-by.

Parece milagre, mas não é, o que acontece é que o recurso Doze através dos sensores, checa se o smartphone ou tablet está com o usuário ou não, o que ativa a função caso o gadget esteja longe das mãos do proprietário.

Fonte: Computer Base

COMPARTILHE
Cursando Engenharia Mecânica, me encontro 4º ano, sempre apaixonado por tecnologia desde criança, este mundo sempre me fascinou e com toda a certeza continua fascinando.

Deixe uma resposta