Segundo os dados da IDC Brasil, no primeiro trimestre de 2017, houve um aumento de 25,4% nas vendas de aparelhos celulares, esses números são em comparação ao mesmo período no ano passado, esse aumento representa 12,4 milhões de unidades vendidas somente nesse período de janeiro a março de 2017.

Neste ano, algumas fabricantes optaram por lançar novos aparelhos com valores parecidos com as versões anteriores, como o Moto G5, além disso a estabilização do dólar também foi muito importante para manter os valores.

Mas também, outro fator importante foi a liberação do saque do FGTS, com isso muitos brasileiros decidiram investir em um novo aparelho celular, e a receita nesse mercado aumentou bastante.

Houve um grande aumento nas receitas, somente os aparelhos chamados de smartphone, alcançaram 13,3 bilhões de reais, representando um aumento de 22,6% em relação ao primeiro trimestre de 2016. Por outro lado, os features phones, tiveram uma queda de 22% na renda, que passou de 139,4 milhões para 108,7 milhões em 2017.

A venda de aparelhos com preço acima de R$ 1300 foi a que mais cresceu entre janeiro e março, passando de 18,8%, em 2016, para 25,5%, em 2017. Pela primeira vez essa faixa de preço ficou atrás apenas dos celulares com preços entre R$ 700 a R$ 999, que representaram 49% do mercado”, afirma o analista da IDC, Leonardo Munin.

A IDC ainda acredita na melhora do mercado dos celulares neste ano, onde deve ter um aumento de 7,2% nas vendas.

Deixe uma resposta