Não contente com os fatos ocorridos envolvendo a confusão envolvendo a empresa Cambridge Analytica, Mark Zuckerberg, escreveu uma carta para os principais jornais americanos pedindo desculpas aos usuários pelo fracasso da rede social em proteger os dados pessoais de seus usuários.  Na carta, que inclui o logotipo do Facebook e a assinatura de Zuckerberg, ele comenta sobre os dados de 50 milhões de usuários do Facebook que o pesquisador e ex-professor da Universidade de Cambridge Aleksandr Kogan vazou para Cambridge Analytica sem permissão.

 Zuckerberg diz que isso representava uma “quebra de confiança”. Além disso, o executivo disse que lamenta que o Facebook não tenha feito mais para impedir que isso ocorra e está tomando medidas para garantir que isso não aconteça novamente. A carta de Zuckerberg aponta os passos que o Facebook está dando agora para não ocorrer mais esse tipo de infortúnio, na integra:

  • Limita a quantidade de dados que os aplicativos recebem quando você faz login usando o Facebook.
  • Parar aplicativos como o criado pelo Kogan russo-americano de receber “tanta informação”.
  • Descobrir quais aplicativos receberam grandes quantidades de informações e bani-las.

Outra medida de segurança que será tomada pela empresa será lembrar o usuário sobre quais aplicativos têm permissão para explorar suas informações; Dessa forma, vo usuário poderá rescindir sua permissão e impedir que determinados aplicativos obtenham suas informações. Os jornais dos EUA que apresentam as desculpas incluem o The New York Times , o The Washington Post e o The Wall Street Journal . O anúncio de página inteira também é encontrado nos jornais britânicos The Observer , The Sunday Times , Mail on Sunday , Sunday Mirror , Sunday Express e Sunday Telegraph.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here