Alguns dias atrás uma jovem youtuber chamada Amelia Peterson, postou em seu canal um vídeo mostrando o funcionamento do iPhone X, com direito à exibição de códigos QR, e até mesmo, anotações que, possivelmente, continham alto nível de secretividade.

Tudo isso só foi possível por que o pai da garota fazia parte da equipe de engenheiros que estava trabalhando no cobiçado aparelho. Porém essa história não acabou nada bem. Como já era de se esperar, o funcionário, Ken Bauer, foi demitido pela Apple.

A má notícia foi dada pela própria filha do engenheiro em seu canal. Amelia disse que a gravação foi “resultado de um puro acaso“, quando ela foi visitar seu pai no campus da companhia.

A youtuber disse: “Eu não tinha inscritos. Eu não tinha visualizações. Mas eu não ligo, porque eu amo fazer vídeos”. Ela explicou dizendo que o vídeo deveria ser “apenas uma memória divertida com sua família“, e não esperava que poderia acarretar nisso tudo, já que outros canais espalhados na internet já gravaram vídeos com o iPhone X.

O conteúdo foi tirado do ar por ela mesma, após um pedido da Apple. “No fim das contas, quando você trabalha para a Apple, não importa o quão bom você é. Se você infringe uma regra, eles simplesmente não têm tolerância. Eles tiveram que fazer o que tinham que fazer”. concluiu Amelia.

O pai da youtuber assumiu toda a responsabilidade, e infelizmente, pagou um preço alto pelo erro da filha. De agora em diante, a Apple, com certeza, ficará mais atenta para que deslizes como esse não mais ocorra.

Leave a Reply