Apple acusa a Samsung de quebrar confidencialidade de documentos legais

A briga entre a Apple e a Samsung parece ainda estar longe de acabar. Agora a Apple argumentou que a Samsung não manteve a confidencialidade de alguns documentos legais importantes. A empresa de Cupertino foi obrigada a entregar acordos de licenças de patentes de projetos desenvolvidos em acordos com outras grandes empresas, como Nokia, Ericsson, Philips e Sharp, e que poderiam determinar a decisão final do juri.

Segundo a Apple, estes documentos eram denominados Attoney Eyes Only, ou seja, somente poderiam ser vistos por advogados, pois sua confidencialidade continua sendo necessária. A maçã afirma que a Samsung permitiu que mais de 90 pessoas ligadas a empresa e 130 advogados de firmas jurídicas externas tiveram acesso a estes documentos confidenciais, ao que parece, até mesmo um executivo da Nokia teria dito que “toda a informação vazou”.

A sul-coreana negou todas as declarações. Alegaram que tudo isso era apenas um mal-entendido, já que os documentos estavam em diferentes idiomas e que isto havia sido apenas uma revelação involuntária. Até agora o juiz não encontrou motivos para sancionar a Samsung, apesar que esta guerra legal entre as duas gigantes está muito longe de acabar e que tudo ainda pode mudar.

Fonte: Android Ayuda

Você vai gostar

Deixe uma resposta

Fechar
Fechar