O navegador Edge, lançado no ano passado em conjunto com o Windows 10, é o navegador substituto do Internet Explorer.

Feito para competir com os demais navegadores do mercado e retirar a má fama do Internet Explorer, o Edge vem evoluindo constantemente em conjunto com os builds do Windows 10 para os inscritos no programa insider preview. Lançado com cara de beta, o navegador cresceu bastante nos últimos meses tanto em desempenho quanto em funcionalidades e estabilidade.

A Microsoft vem tentando buscar o espaço que perdeu para o Chrome, que cresce cada vez mais também em smartphones. E para mostrar o poder que seu navegador tem, a empresa lançou recentemente um vídeo onde compara os navegadores mais conhecidos disponíveis para o Windows 10 e tenta mostrar que o Edge é o navegador que mais economiza bateria.

No vídeo disponibilizado vemos o teste realizado em 4 notebooks iguais, onde mostram qual o navegador aguenta mais tempo navegando na web sem precisar recorrer ao carregador.

Nos resultados obtivos, o Chrome ficou na pior colocação sendo o navegador que mais consumiu energia com 4 horas e 19 minutos. Na terceira posição encontramos o Mozilla Firefox, com 5 horas e 9 minutos. Em segundo temos o Opera que obteve autonomia de 6 horas e 18 minutos. Já em primeiro temos o Edge que conseguiu 7 horas e 22 minutos de autonomia, 70% a mais que o resultado obtido pelo Chrome. Vale salientar que o teste foi feito pela própria Microsoft, o que acaba parecendo suspeito.

A Microsoft está preparando uma grande atualização para o Edge, que será lançada com o update de aniversário do Windows 10. A nova versão trará mais opções com direito a extensões e integração com a Cortana, que estará disponível em português. A previsão é que a atualização seja disponibilizada nas próximas semanas.

COMPARTILHE

Deixe uma resposta