Conforme anunciamos aqui, os correios estão de greve desde ontem (12). Como se sabe, essa greve é por tempo indeterminado em todo o país, e o motivo é devido aos funcionários exigirem algumas mudanças. Depois do confronto com o Mercado Livre, que chegou inclusive a fazer uma campanha contra o aumento abusivo nos fretes, agora o Correios quer acabar de vez por todas com o frete grátis para as encomendas da China.

Nume entrevista feita no site Valor Econômico, Guilherme Campos, presidente dos Correios, disse que a empresa identificou nos últimos anos o crescimento do “camelô eletrônico”, ou aquelas bugigangas que compramos com um preço bem mais em conta. Acontece o seguinte: Em apenas um dia útil, chegam no Brasil cerca de 300 mil objetos, como livros, utensílios domésticos, eletrônicos e acessórios.

O que chama atenção do consumidor além do preço bem mais justo é o fato do frete ser “grátis”. Só que por trás disso,segundo Campos , os sites chineses contratam serviços postais mais baratos, chamados de “pequenas encomendas simples”, sem nenhum código de rastreamento. Essa modalidade dificulta o rastreamento da encomenda, além de não ter nenhuma garantia de que ela foi postada.

Imagem: Portal Vermelho

Para Campos, os sites da china se aproveitam de manobras para dificultar a fiscalização, sendo as principais delas a postagem de produtos sem rastreio, etiquetas fora do padrão internacional que não trazem o CEP do destinatário em código de barras. Isso acaba dificultando a triagem realizada pelos Correios. Diante disso, é necessária a triagem automática, o que gera perda de tempo e dinheiro para os Correios.

Não satisfeita, a empresa levou o assunto frente á  União Postal Universal (UPU) pressionando a China sobre isso. Caso não resolverem essa situação, os Correios tem planos de cobrar frete no ato da entrega, o que acabaria com os fretes gratuitos importados de fora.

 

1 COMENTÁRIO

  1. Uma puta palhaçada dos correios o mercado e inteiro dos caras velho
    A gente já importa porque o nosso amado idolatrado país de bosta nunca tem um preço justo por nada
    Já cobram uma taxa alfandegária absurda quando se trata de celulares e eletrônicos agora vão querer cobrar mais frete pra entregar ? Caramba onde vamos parar como se eles já não lucrassem praticamente 100% em tudo pq o mercado e deles que vida

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here