Muitos rumores do serviço de música do YouTube surgiram nos últimos meses. O Google finalmente confirmou os planos nesta quarta-feira (16): a empresa vai lançar o YouTube Music, para dar um pouco de trabalho para o Spotify; e está transformando o antigo YouTube Red em YouTube Premium, cobrando uma assinatura mais cara para remover os anúncios em vídeos.

O Spotify é sem dúvidas um dos serviços de música mais usados hoje em dia, principalmente pelo público jovem. No entanto, a gigante Google anunciou oficialmente seus planos de lançar em breve o YouTube Music.

Vale lembrar que o Google já possui algo parecido com o Play Música, usado por muitos hoje. Além disso, tinhamos o extinto YouTube Music Key, que cobrava assinatura para não exibir anúncios. Ele foi substituído pelo YouTube Red, que permitia baixar vídeos offline e reproduzir música em background.

Passando por novas mudanças, o YouTube Music Premium custa cerca de R$ 9,99 por mês nos EUA, permitindo ao usuário ouvir suas músicas em segundo plano, ou baixá-las para ouvir quando estiver Off-line, tudo isso sem as temerosas propagandas.

Veja também:

Enquanto isso, o YouTube Premium  custa US$ 11,99 e traz alguns adicionais como remoção de propagandas em todos os vídeos do YouTube, download e reprodução em background de todos os vídeos, e acesso aos YouTube Originals, como a série Cobra Kai.

Agora, visando roubar os usuários da concorrência, o YouTube Premium  será um aplicativo renovado para dispositivos móveis e um novo player para desktop; milhares de playlists que combinam com o que você está fazendo, onde você está ou o seu humor atual; e uma tela inicial dinâmica que mostra recomendações de músicas com base no seu local e histórico. As novidades serão apresentadas na próxima semana.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta