A partir de 2017 a Vivo anunciou que irá limitar os planos de banda larga a um sistema de franquia, onde a limitação de internet do usuário seria medida através do tanto de gigabytes utilizados, ou seja, quando o cliente atingir o limite de franquia ou a velocidade será reduzida, ou será interrompida acontecendo igual aos planos de redes móveis.

Pouco tempo após a empresa anunciar que aplicaria este modelo no próximo ano, outras empresas como NET/Claro e Oi decidiram que também iram aplicar este modelo enquanto a Live TIM não se pronunciou sobre o assunto.

fibra

A partir de 31/12/2016 a vivo aplicara os seguintes planos de internet:

  • Banda Larga Popular 200 kbps: franquia de 10 GB;
  • Banda Larga Popular 1 e 2 Mbps: franquia de 10 GB;
  • Vivo Internet 4 Mbps: franquia de 50 GB;
  • Vivo Internet 8 e 10 Mbps: franquia de 100 GB;
  • Vivo Internet 15 Mbps: franquia de 120 GB;
  • Vivo Internet 25 Mbps: franquia de 130 GB.

Como isso interferirá no seu dia a dia?

Por exemplo, suponhamos que você assinou o plano de 1Mbps e queira assistir series na Netflix, a sua limitação seria de 10Gb o que duraria cerca de quatro horas de vídeos em HD, ou seja, uma péssima noticia para quem gosta de assistir filmes e series através de streaming.

Outro exemplo seria para quem baixa jogos de última geração que pesam cerca de 30GB ou muito mais, com o plano máximo da Vivo o que você conseguiria baixar seria dois jogos no mês.

tax-haven

Nos EUA existem empresas com estes tipos de planos, porém a grande diferença é que lá o usuário pode ter até 300Gb de dados por mês em um plano de 25Mbps, e também que lá o cliente tem mais opções de escolha para uma operadora de internet.

Como mudar isso?

Atualmente existem alguns movimentos contra essa mudança das operadoras, um deles seria o da Avaaz, que já tem mais de 1.000.000 assinaturas contra a alteração.

Para assinar esta petição, basta clicar aqui.

Deixe uma resposta