Já recebi vários smartphones da China, geralmente os modelos da Xiaomi que é desconhecido para muitos brasileiros. Mas o Moto Z Play já é muito conhecido, porém a versão chinesa tem uma vantagem, ele tem o dobro de memória de armazenamento, são 64 GB e ainda um preço super acessível que geralmente fica na casa dos R$750. Avaliei o smartphone por muitos dias e agora você vai saber se vale a pena!

As outras especificações do Moto Z Play importado são as mesmas do brasileiro: Snapdragon 625 Octa-core 2.0 GHz, 3 GB de memória RAM, GPU Adreno 506 e o armazenamento tem os seus 64 GB, sendo expansível.


ONDE COMPRAR?

PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS:

  • CHIPSET: Snapdragon 625
  • PROCESSADOR: Octa-core de até 2.0 GHz
  • GPU: Adreno 506
  • MEMÓRIA RAM: 3 GB
  • MEMÓRIA INTERNA: 64 GB (expansível)
  • CÂMERAS: 16 MP com flash dual-LED e frontal com 8 MP
  • TELA: 5.5″ IPS com resolução Full HD
  • BATERIA: 3510 mAh
  • DIMENSÕES: 15,6 cm x 7.6 cm x 7 mm (A x L x E)
  • LEITOR BIOMÉTRICO: Sim
  • CONEXÕES: WiFi AC, Bluetooth 4.1, NFC, USB Tipo-C, 4G LTE
  • SISTEMA: Android 6.0 (com update para 7.1.1)

REVIEW MOTO Z PLAY

 

 

ACABAMENTO e DESIGN

O smartphone já é bem conhecido pela maior, então quando ele chegou já sabíamos justamente o que encontrar, uma construção muito boa com laterais em metal, porém a traseira de vidro e infelizmente risca bem fácil, por isso pense logo em uma case ou Moto Snap para proteger o aparelho.

Ainda falando da construção do Moto Z Play, ele agrada bastante, digno sim de um smartphone intermediário. Mas é preciso também ter atenção com a câmera, pois a protuberância deixa ela bem exposta.

Já no quesito design, particularmente acho a traseira muito bonita, assim como as laterais, ficando o ponto negativo para parte frontal inferior, pois o leitor biométrico meio que quebrou a harmonia do design. Mas avaliando no geral, ele é bem bonito e muito fino!

O Moto Z Play é um smartphone muito fino e como as laterais são lisas e não tem curvas, a pegada inicial não é das melhores, porém logo se adapta fácil. Lembrando que ele é grandinho, são 15.6 cm de altura x 7.6 cm de largura e 7 mm de espessura. Dava para aproveitar melhor o espaço e colocar botões virtuais.

CÂMERAS

O sensor traseiro do Moto Z Play tem 16 megapixels com abertura f/2.0 e conta com flash dual-LED e foco a laser. Na prática em lugares bem iluminados dá pra capturar imagens excelentes com o Moto Z Play, com bom níveis de detalhes e cores bonitas.

O foco é muito bom e o HDR se mostrou bem eficiente em algumas cenas, mas é possível deixar no automático para o aparelho usar quando achar necessário. A qualidade das imagens só cai de acordo com iluminação, porém ainda se manteve dentro do aceitável.

Já a câmera frontal tem 5 megapixels e abertura f/2.2, então ela precisa ainda de mais iluminação para produzir imagens melhores, mas vale destacar que ele tem flash LED na frente.

Eu gostei muito dos resultados das selfies em lugares bem iluminados. Ficando bem satisfatório e um recurso muito importante é o HDR para câmera frontal, algo que faz a diferença em muitas situações, como dá pra notar abaixo:

Na prática o conjunto de câmeras do Moto Z Play agrada em sua faixa de preço. Não espere câmeras de um flagship, mas para um intermediário, ele atende bem, porém nesse quesito eu prefiro o Huawei Honor 6X.

CONEXÕES

Basicamente o Moto Z Play tem tudo que a grande maioria dos usuários usam ou necessitam, como Bluetooth 4.0, NFC, WiFi padrão AC, GPS com A-GPS e GLONASS, e claro, 4G LTE e para quem tem dúvidas, funciona perfeito no Brasil todas as bandas: 2G, 3G e também o 4G.

Testei todas as conexões e tudo funcionou perfeito, assim como GPS conseguiu boa precisão na hora de tentar localizar o aparelho. WiFi também tem bom alcança e muito bom ter opção de redes 5 GHz.

O leitor biométrico do Moto Z Play fica em uma localização muito boa, logo abaixo do display, o que facilita muito o uso e ele se mostrou muito preciso, lendo sempre corretamente a biometria. Ele também tem a função para bloquear o aparelho quando você estiver usando, então acaba economizando botão power.

DESEMPENHO

O Moto Z Play não tem hardware de top de linha, ele é classificado como um intermediário e nesse segmento ele vai muito bem, contando com chipset eficiente, o Snapdragon 625 com 8 núcleos Cortex-A53 de até 2.0 GHz aliado a GPU Adreno 506 e 3 GB de memória RAM.

Bem, traduzindo isso para o dia a dia, o que eu tive foi uma ótima experiência do Android praticamente puro com esse hardware. Zero travamentos e tudo com respostas rápidas e o multitarefa foi excelente, conseguindo carregar muitos apps ao mesmo tempo, o que agiliza e muito na hora de alternar entre eles.

Já para os fãs de jogos, o Moto Z Play consegue sim atender bem, rodando os títulos da Play Store tranquilamente, porém os gráficos não são tão bons como no Moto Z que testamos, por motivos óbvios, a Adreno 530 é muito superior a Adreno 506 do Play. Mas ele não decepciona e oferece boa jogabilidade.

Em geral, o Moto Z Play agrada bastante em performance, conseguindo entregar bom desempenho no dia a dia, mesmo usando várias redes sociais e também vai rodar bons games.

SISTEMA

De fábrica ele vem com Android 6.0 sem updates via OTA, então usuário tem que fazer tudo manual, porém a boa notícia é que dá pra instalar a ROM Oficial do Moto Z Play nacional nele e tudo funcionou perfeito! Inicialmente testei ele com ROM que vem da loja e tudo funcionou perfeito, Play Store, idioma tudo em português-BR e bateria com boa autonomia. Mas logo instalei ROM Oficial.

Não tem muito o que falar do sistema da Motorola, pois ele é quase o Android puro, então você tem o básico instalado e o resto cabe ao usuário instalar posteriormente. Ao atualizar para o Android 7.1.1 percebi que a bateria teve sua autonomia reduzida, mas vale a pena atualizar.

Com a atualização para Android 7.1.1 os ícones ficaram bem mais bonitos e o melhor, ajuste de DPI, onde dá para deixar mais espaço na tela, além do patch de segurança de agosto, o que é bem recente. Vale lembrar que ele tem atualização já confirmada para Android 8.0 Oreo, então mais um ponto positivo.

TELA

O Moto Z Play vem equipado com display Super AMOLED de 5.5 polegadas e resolução Full HD de 1920 x 1080 pixels e na prática a qualidade agrada demais! As cores são bem vibrantes, como já esperando para esse tipo de tela. O brilho consegue entregar bom equilíbrio, ou seja, em ambientes com muita iluminação é possível usar.

O ângulo de visão é muito bom, algo que notamos em todos os aparelhos intermediários. Um ponto que não gosto são os botões virtuais na tela, pois eles ocupam espaço, fazendo a tela ficar na verdade com cerca de 5.3″ útil. Mas em qualidade, o display do Moto Z Play é excelente e agradou bastante.

BATERIA

A bateria do Moto Z Play é um dos seus grandes destaques! São 3510 mAh e conta com tecnologia de carregamento rápido, além claro, do Moto Snap de bateria extra (acessório vendido a parte). Aliado a isso, some com o Snapdragon 625, chipset muito eficiente em consumo de energia.

Traduzindo as especificações, é possível usar tranquilo 1 dia o Moto Z Play longe da tomada e sem se preocupar em ficar sem bateria. Com o Android 6.0 é possível ir até 2 dias sem esforços, mas com atualização para o 7.1.1 vimos a bateria ser drenada mais rápido, ficando em pouco mais de 6 horas de tela, enquanto que no 6.0 consegui fácil 8 horas.

Vale lembrar que a bateria não é removível, algo já esperado e vem sendo tendência nos últimos lançamentos. Mas em geral, avaliando a autonomia do Moto Z Play, ele é muito satisfatório, ficando bem acima da média principalmente com Android 6.0.

VALE A PENA?

De nada adianta um smartphone ir bem em tudo e cobrar muito mais que os concorrentes, então é preciso ter um equilíbrio para valer a pena e ser um bom custo-benefício. E é justamente esse equilíbrio que encontramos no Moto Z Play comprado na China.

O Moto Z Play entrega muito armazenamento (o dobro da versão nacional), boa bateria, tela com ótima qualidade, câmeras que conseguem capturar fotos bacanas e um belo design, tudo isso com preço na casa dos R$750, então sem dúvidas vale muito a pena importar o Moto Z Play da China.


ONDE COMPRAR?


PERGUNTAS E RESPOSTAS

Demora muito tempo para chegar?

A entrega varia de região para região. O nosso Moto Z Play chegou em apenas 12 dias corridos para chegar depois de enviado pela loja, o que foi novo recorde. Mas o normal é na casa dos 20 a 30 dias.

Paga imposto?

Todo produto importado de uma loja pode ser taxado. Pagamos quase R$200 e isso se aplica para quase todos os estados, exceto MG, RRS, SC e a capital da Paraíba, onde cobram ICMS, ficando a taxa na casa dos R$320.

É seguro comprar na GearBest?

Sim, 100% seguro! A loja já é nossa parceira de longa data, então pode comprar com tranquilidade. Você pode aprender a comprar corretamente na loja seguindo nosso tutorial AQUI.

O produto tem garantia?

Sim, a loja oferece 1 ano de garantia a partir da data da compra. Para saber mais sobre garantia, consulte termos no site da loja.

Se você tem alguma dúvida sobre o Moto Z Play ou de como importar o seu, deixe seu comentário!

NOTAS
CÂMERAS8.6
SISTEMA9
DESEMPENHO9.1
TELA9.3
CONSTRUÇÃO9
BATERIA9
CUSTO-BENEFÍCIO9.4
Reader Rating8 Votes6.3
DESTAQUES
BATERIA
TELA
DESEMPENHO
MOTO SNAPS
NEGATIVOS
SEM UPDATES VIA OTA
ERGONOMIA PODERIA SER MELHOR
9.1

5 COMENTÁRIOS

    • Não, pois o canal continua da china, então ele pega updates de lá.

      Porém ele deve receber update apenas para Android 8.0 Oreo. E sem dúvidas irá ter ROM disponível e tutorial, então quando sair é só instalar e aproveitar.

  1. Olá, parabéns pela matéria, gostaria de saber se com meu Moto Z Play posso ficar usado a versão com Android 6.0 da China ou tem algum problema??? o que você sugeri para mim… com atualização do Android 7.1.1 ou sem atualização Android 7.1.1
    fico muito grato…

    • Por questão de já ter um patch de segurança muito mais recente, eu recomendo instalar a nova versão.

      Ou então ver a 6.0 do Brasil com patch mais recente.

      Apesar da diminuição da autonomia da bateria, eu gostei do ajuste de DPI.

Deixe uma resposta