Motorola One Hyper com R$ 1000 de desconto

Apresentado inicialmente no Brasil em Dezembro de 2019, o Motorola One Hyper pode ser considerado um smartphone intermediário de respeito. Contudo, seu preço inicial de R$ 2.499 tornava-o inviável para compra. Felizmente, a loja online do Carrefour está vendendo o smartphone hoje com um desconto de R$1000.

Lindo for fora, o One Hyper oferece um display Full HD+ Sem entalhes de 6,5 polegadas. Para conseguir isso, a Motorola inseriu um mecanismo pop-up que abriga uma câmera frontal de 32MP. Além disso, o dispositivo se destaca com sua câmera principal de 64MP, bastante conhecida por tirar fotos de excelente qualidade mesmo em ambientes com pouca iluminação.

Veja também:

Em desempenho e hardware, o One Hyper possui um processador Snapdragon 675 que trabalha em conjunto com 4GB de RAM e um GPU Adreno 612. Ele suporta um armazenamento nativo de 128GB e sai de fábrica com o mais atual Android 10. Além disso, inclui uma grande bateria de 4.000mAh com um carregador super rápido de 45W, capaz de carregar 75% de bateria em apenas 30 minutos.

Principais Características:

  • Tela: IPS LCD de 6,5 polegadas com resolução Full HD+
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 675 octa-core de até 2.0 GHz
  • RAM: 4 GB
  • Armazenamento nativo: 128 GB
  • Câmera traseira: Dupla de 64MP + 8MP
  • Câmera frontal: pop-upde 32 MP e f/2.0
  • Bateria: 4.000 mAh com carregamento ultra rápido de 45W
  • Conectividade: NFC, rádio FM, Bluetooth 5.0 e entrada para fones
  • Sistema operacional: Android 10

Em grande oferta no no site do Carrefour por R$ 1499 à vista ou R$ 1665 em até 10x, o Motorola One Hyper será um excelente negócio:

9 COMENTÁRIOS

    • Olá,

      Essa oferta foi publicada pelo nosso site dia 18. Dia 20 seu comentário, infelizmente a promoção expirou. Nào temos controle sobre as lojas, a gente vê a promoçào, postamos, mas ela pode expirar sem a gente saber.

  1. Pode estar barato, mas em compensação as vendas feita pela loja mencionada, tem mais insatisfação do que elogios.. e um caso a se pensar !

Deixe uma resposta