Para ter preços agressivos, Xiaomi pretende fabricar smartphones no Brasil

Conhecida por seu bom custo-benefício, a Xiaomi já vende alguns de seus produtos de forma oficial no Brasil. Em parceria com a DL, a empresa já abriu inclusive duas lojas físicas na cidade de SP, comercializandovariados dispositivos como smartphones, relógios inteligentes e outros acessórios.

Embora a chegada da marca no Brasil de forma oficial seja algo muito apreciado pelos fãs, sabemos que os preços de vários produtos como smartphones ainda estão bem acima do mercado chinês. Nesse sentido, se a Xiaomi montasse uma fábrica própria aqui no Brasil, os preços certamente seriam menores.

Visando atrair mais clientes e trazer preços mais justos, a Xiaomi deverá fabricar celulares no Brasil ainda em 2020.

Veja também:

Felizmente, essa história poderá mudar em breve. Em um a entrevista realizada pelo pessoal da Mobile Time, o Chefe da Xiaomi Brasil, Luciano Barbosa, revelou: “Temos um estudo com previsão para conclusão no final de maio. Se houver convergência em certos modelos, poderemos produzir localmente. Mas será um estudo bem pé no chão”.

Com a medida, compras importadas de smartphones poderão não ser mais uma boa opção, uma vez que os clientes sempre correm o risco de serem taxados, além de muita espera pela entrega. Além disso, a companhia também pretende aumentar seu catálogo de produtos vendidos de forma oficial no Brasil, indo de 260 para 500 ítens até o fina do ano. Vale notar que na China, a Xiaomi já conta com cerca de 2 mil produtos variados.

2 COMENTÁRIOS

  1. Espero que não façam isso (fabricar aqui no Brasil). A carga tributária é exorbitante e abusiva. O preço dos aparelhos vai ficar com um preço tão alto, que não vai valer à pena comprar…

    • Na verdade produzindo aqui tem incentivos fiscais, o que é muito melhor do que a empresa vender os aparelhos importados. Veja o exemplo da Asus, consegue preços excelentes em seus aparelhos, mas isso só é possível pela produção local.

Deixe uma resposta