A Motorola deixou para trás a sua fama de oferecer smartphones com ótimo custo x benefício e passou a apostar em aparelhos cada vez mais caros. Em contrapartida, a brasileira Quantum trouxe ao mercado nacional mais um aparelho com configurações excelentes e preço competitivo.

DESEMPENHO E HARDWARE

O Quantum Fly é o primeiro smartphone no mercado brasileiro oficialmente com chipset de 10 núcleos. Ele conta com o MediaTek Helio X20 64-bit que possui 10 núcleos, sendo 2x Cortex-A72 de até 2.1 GHz + 4x Cortex-A53 1.4 GHz + 4x 1.8 GHz) aliado a GPU Mali-T880MP4 e ótimos 3 GB de memória RAM. Sua memória interna tem 32 GB (expansível).

Já o Moto G4 tem configuração bem mais modesta, pois o chipset Snapdragon 617 64-bit com 8 núcleos é bem inferior ao MTK H20. Os 8 núcleos são Cortex-A53 4x 1.5 GHz + 4x 1.2 GHz e GPU Adreno 405. Sua memória RAM é de 2 GB, enquanto o armazenamento tem 16 GB (expansível).

No primeiro capítulo na disputa Quantum Fly vs Moto G4, o Quantum Fly leva vantagem com sobras, pois além de um chipset bem superior e leitor de impressões digitais, ainda possui mais memória RAM para um melhor multitarefa.

CÂMERAS

O Moto G4 possui uma câmera traseira de 13 megapixels com flash dual-LED. O sensor tem abertura f/2.0 e qualidade 1080p. Já a frontal tem 5 megapixels com abertura f/2.2.

Já o Quantum Fly tem lentes com mais megapixels, com a traseira tendo 16MP com flash dual-LED e abertura f/2.0 com qualidade 1080p, e a frontal tem 8 megapixels com flash LED.

Os dois possuem a mesma abertura na parte traseira, além de flash dual-LED. Porém o Quantum Fly leva vantagem por ter mais megapixels. Sabemos que a quantidade de MP não demonstra sua qualidade, porém as especificações são muito parecidas, possuindo praticamente esse diferencial.

TELA

Aqui temos diferenças em relação ao tamanho. O Quantum Fly tem um display IPS de 5,2 polegadas e resolução Full HD de 1920 x 1080 pixels (~424 ppi densidade de pixels). Já o Moto G4 tem display IPS de 5,5 polegadas também com resolução Full HD de 1920 x 1080 pixels (~401 ppi densidade de pixels).

O Quantum Fly tem maior densidade de pixels por polegada, já o Moto G4 leva vantagem no tamanho. A escolha final entre Quantum Fly vs Moto G4 vai depender das preferências de cada usuário.

SISTEMA

Ambos contam com Android 6.0.1 Marshmallow. O Moto com a vantagem do ser uma versão praticamente pura do S.O google, enquanto o Quantum tem sua personalização, o que agrada outra parte dos usuários.

Sem dúvidas o Moto G4 irá receber update em breve para o Android 7.0 Nougat, já o Quantum não há essa certeza.

BATERIA

Na teoria temos empate no quesito bateria. O Quantum Fly conta com 3000 mAh, ou seja, a mesma capacidade do Moto G4. Será preciso ver na prática se o chipset mais potente do Quantum irá drenar mais rapidamente a bateria ou a tela menor irá fazer a diferença na economia.

PREÇO

O Quantum Fly chega ao mercado custando R$ 1.449 enquanto o Moto G4 custa R$ 1.299. Uma pequena diferença de apenas R$ 150,00 que não influenciará tanto na compra.

CONCLUSÃO

O Quantum Fly mostrou que vem para incomodar os grandes. Seu hardware é superior a qualquer outro na faixa de preço, além de possuir um conjunto equilibrado. Já o Moto G4 é mais em conta e tem o update para até o Android O garantido.

Mas no geral, no comparativo entre Quantum Fly vs Moto G4 , o grande vencedor é o smartphone lançamento, o Quantum Fly, que oferece um hardware consideravelmente superior, acabamento premium e com preço bem próximo.

Deixe uma resposta