É bem verdade que a Motorola não trouxe o Moto M de forma oficial para o Brasil, porém isso não é problema, pois dá para comprar facilmente o aparelho e receber sem dificuldades em todo território nacional. E eu tive a oportunidade de usar o aparelho por vários dias e aqui vamos ao Review Moto M!

Para quem não conhece, o Moto M na versão testada vem com um processador de 8 núcleos de até 2.2 GHz aliado a 4 GB de memória RAM e 32 GB de armazenamento, então vamos descobrir do que ele é capaz!


ONDE COMPRAR?

PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS:

  • CHIPSET: MTK P15 64-bit
  • PROCESSADOR: Octa-core de até 2.2 GHz
  • GPU: Mali-T860MP2
  • MEMÓRIA RAM: 4 GB
  • MEMÓRIA INTERNA: 32 GB (expansível)
  • CÂMERAS: 16 MP com flash LED e frontal com 8 MP
  • TELA: 5.5″ IPS com resolução Full HD
  • BATERIA: 3050 mAh
  • DIMENSÕES: 15,1 cm x 7.5 cm x 7.9 mm (A x L x E)
  • LEITOR BIOMÉTRICO: Sim
  • CONEXÕES: WiFi AC, Bluetooth 4.1, USB Tipo-C 2.0, 4G LTE
  • SISTEMA: Android 6.0

REVIEW MOTO M

ACABAMENTO e DESIGN

A Motorola (Lenovo) tem seguido um padrão no design dos seus smartphones, mas o Moto M é diferente dos outros, porém isso não é ruim, já que o smartphone tem belíssimas linhas, sendo arredondado. Ele tem a traseira com uma pequena curvatura, o que ajuda muito na pegada e a linha cromada nas bordas dá um toque bem elegante. O modelo testado é Prata com frente branca e particularmente gostei bem mais que o Gold, que é bonito também, porém a frente é dourada também e achei melhor a combinação do prata com branco (mas ai é questão pessoal).

Em relação ao acabamento, não tenho o que reclamar! Ele tem toda parte lateral e traseira em metal, o que deixa ele bem robusto e também ajuda na harmonia no design, pois certamente valorizou muito as linhas.

Mesmo sendo um aparelho com tela de 5.5 polegadas, o Moto M tem boa pegada! Minhas mãos são pequenas, mas consegui usar o smartphone confortavelmente. Suas dimensões são de 15.1 cm de altura x 7,5 cm de largura e ele é fino com 7,9 mm de espessura.

Em geral, é muito improvável alguém não gostar do design e acabamento do Moto M, pois é dos melhores e gostei muito do resultado.

CÂMERAS

Review Moto M

O Moto M chega com uma câmera traseira de 16 megapixels com abertura f/2.0 e flash LED, sendo capaz de gravar vídeos em até 1080p a 30 FPS. São números modestos e na prática as fotos em ambientes claros são boas, porém quando iluminação baixa, ai os detalhes já se perdem.

Para quem tem mais conhecimento em fotos, dá pra explorar o modo manual e conseguir melhores resultados. Mas no geral ela não decepciona, principalmente se tratando de um aparelho de R$500, ai sim ela cumpre muito bem seu papel.

Já o sensor frontal tem 8 megapixels e os resultados foram ótimos, eu gostei bastante das selfies. A câmera frontal acaba até surpreendendo positivamente.

CONEXÕES

Um dos receios para quem compra um aparelho importado é saber se vai funcionar tudo no Brasil, mas com o Moto M não tem preocupações, pois todas as redes funcionam perfeito, 2G, 3G e também o 4G! Testei todas e funcionou sem necessidade de configurações adicionais, só colocar o chip e usar.

No mais, o Moto M vem com aquele pacote padrão: Bluetooth 4.1, WiFi já é padrão AC, GPS com A-GPS, GLONASS e BDS (funcionamento perfeito e com boa precisão). Vale lembrar que o aparelho é dual-SIM e aceita cartão microSD, porém o slot é híbrido, então ou usa os dois chips ou usa 1 chip e 1 cartão.

DESEMPENHO

Um dos motivos que tem levado muita gente a importar smartphones é justamente a performance que se tem pagando um valor bem abaixo se comparado quando compramos no Brasil e isso acontece com o Moto M! Ele tem uma configuração com chipset MediaTek Helio P15 com 8 núcleos de processamento rodando a até 2.2 GHz + GPU Mali-T860MP2 aliado a 4 GB de memória RAM.

E na prática, como ele se sai? Não tem segredos, o Moto M é muito rápido no dia a dia, entregando uma excelente experiência de uso e os 4 GB servem muito bem para um ótimo multitarefa, deixando os apps mais usados sempre carregados.

Para quem gosta de games também vai ficar satisfeito com o Moto M. Conseguimos rodar muito bem o SBK16 e também o Sniper 3D.

SISTEMA

O Moto M chega com Android 6.0 e nossa versão tem modificações e não recebe updates via OTA, mas é possível instalar manualmente a ROM Oficial. É basicamente o Android puro e o melhor, tudo em português do Brasil, então para usuário básico, não tem aquela exigência para mudar nada, pois tudo está funcionando perfeito sem bugs!

Usei o Moto M como meu smartphone principal por alguns dias e tudo funcionou perfeito. Particularmente uso Nova Launcher e deixei tudo configurado como gosto. Os apps estão rodando todos perfeitos, sem travamentos ou fechamos inesperados! O leitor biométrico é excelente, sendo rápido e muito preciso e é só colocar o dedo pra desbloquear, não precisa a tela estar ligada.

Na Índia o Moto M já recebeu atualização para Android 7.0 Nougat, porém a variante do mercado indiano é XT-1662 e o chinês é o XT-1663, então ainda não sei se é possível instalar a mesma ROM (já descobri que é possível instalar a ROM do Brasil no Moto Z Play chinês, porém ainda não sei sobre o Moto M).

Apesar desse ponto negativo que não receber atualizações via OTA, o Moto M já vem com sistema redondinho, com Play Store, sendo possível instalar os apps por lá sem qualquer problema.

TELA

O display do Moto M tem tamanho de 5.5 polegadas, o que é ótimo para os padrões atuais e estamos falando de uma tela IPS com resolução Full HD de 1920 x 1080 pixels. Gostei? Sim e muito! A tela tem boas cores, ângulo de visão muito bom e o melhor, brilho excelente! Dá pra usar a luz do sol sem qualquer problema e sem ficar se esforçando para enxergar o que há no display.

Entre os aparelhos nessa faixa de preço do Moto M, ele sem dúvidas está entre os melhores, superando bem o Redmi Note 4X que também testei. A Motorola não informa sobre a proteção do display, mas não se preocupe, ele já vem com película na caixa e mesmo sem usar, não tive arranhões.

BATERIA

A fama dos chips MediaTek em relação ao alto consumo de bateria não é em vão, pois isso não é novidade e se comprovou no Moto M com o Helio P15 com os seus 8 núcleos. Não chega a ser uma decepção, porém eu esperava mais dos 3050 mAh de capacidade.

Na prática eu até consegui 1 dia de autonomia, porém com pouco mais de 4 horas de tela. Talvez até chegue em 5 horas, mas pelo menos já vem com carregador Turbo.

VALE A PENA?

Os aparelhos importados estão cada vez mais ganhando espaço no mercado nacional, pois oferecem configurações excelentes por preços bem agressivos, mesmo pagando taxas! O Moto M é mais um exemplo disso.

O Moto M está atualmente saindo a partir de R$511 e promocionalmente em até 12x sem juros para os brasileiros, estamos falando de um smartphone que entrega um conjunto excelente (belo design, ótimo acabamento, excelente tela) e sem dúvidas vale muito a pena comprar!


ONDE COMPRAR?

PERGUNTAS E RESPOSTAS

Demora muito tempo para chegar?

A entrega varia de região para região. O nosso Moto M chegou super rápido com apenas 12 dias corridos via BR Express.

Paga imposto?

Todo produto importado de uma loja pode ser taxado. Pagamos R$185 de imposto + R$12 dos correios e isso se aplica para quase todos os estados, exceto MG, RRS, SC e a capital da Paraíba, onde cobram ICMS, ficando a taxa na casa dos R$320.

É seguro comprar na GearBest?

Sim, 100% seguro! A loja já é nossa parceira de longa data, então pode comprar com tranquilidade. Você pode aprender a comprar corretamente na loja seguindo nosso tutorial AQUI.

O produto tem garantia?

Sim, a loja oferece 1 ano de garantia a partir da data da compra. Para saber mais sobre garantia, consulte termos no site da loja.

Se você tem alguma dúvida sobre o Moto M, deixe seu comentário!

NOTAS
CÂMERAS8.1
SISTEMA8.5
DESEMPENHO9.1
TELA9.3
CONSTRUÇÃO9.3
BATERIA7.1
CUSTO-BENEFÍCIO10
Reader Rating3 Votes8.3
DESTAQUES
DESEMPENHO
TELA
ACABAMENTO e DESIGN
CUSTO-BENEFÍCIO
NEGATIVOS
S.O SEM UPDATES VIA OTA
BATERIA PODERIA SER MELHOR
8.8

Deixe uma resposta