O smartphone Samsung Galaxy S6 Edge chegou com tudo principalmente pelo hardware potente e a nova tela com bordas curvas, que foi uma novidade atraente entre tantos aparelhos iguais lançados ultimamente.

Muito se falou do dispositivo nos últimos dias, sendo alvo principal a parte física do mesmo, como exemplo: processador, memória, chip gráfico e tela. Neste instante, chegou a hora realizar testes que são normalmente vitais na escolha de um novo celular para muitos consumidores, que irão expor a durabilidade do mesmo em algumas situações de uso no mundo real e até em outras um tanto fora do comum.

Iremos mostrar o mais clássico de todas as experiências, que tem por objetivo descobrir o quanto o S6 Edge resiste a quedas:

No segundo teste, o aparelho irá dar um mergulho para ver se é resistente a água, lembrando que de acordo com a Samsung, o S6 não tem essa função herdada do Galaxy S5:

No último desafio, o smartphone foi usado como um quebra nozes juntamente com a versão padrão do S6:

Como pode-se ver, o Samsung Galaxy S6 Edge até que aguentou bem certas quedas sem problemas maiores, sendo que deveria ser o contrário por ter a frente coberta pela tela quase por completo. Em quesito ser a prova dágua, ele se comportou de maneira muito diferente de um dispositivo sem essa função, pois resistiu muito bem a um mergulho sem qualquer dano (pode ser que a Samsung o fez resistente a água, mas para evitar problemas que teve com o S5 quanto a essa função, a empresa resolveu dizer que o mesmo não é). No último vídeo, um S6 juntamente com o S6 Edge foram feitos de quebra nozes, e suas telas Gorila Glass 4 não sofreram nenhum arranhão.

Com isso o celular inteligente da Samsung se saiu muito bem em questão de durabilidade posto em posição de tortura praticamente, o que deixa muitos fãs da marca satisfeitos.

O próximo vídeo foi disponibilizado na internet no fim de semana, e ficará como um bônus neste artigo, nele é possível ver alguém jogando o aparelho no chão com força e nada acontecendo de errado, porém algo estranho que acontece é que no início da filmagem o minuto muda, e logo alguns segundos depois (após a queda) acontece outra mudança de horário, será real ou editado?

Fonte: Phone Arena

COMPARTILHE
Cursando Engenharia Mecânica, me encontro 4º ano, sempre apaixonado por tecnologia desde criança, este mundo sempre me fascinou e com toda a certeza continua fascinando.

Deixe uma resposta