Você já teve algum celular considerado a prova d’agua? Hoje em dia eles estão presentes principalmente nos aparelhos top de linha, geralmente eles permitem que você consiga até entrar na piscina com o aparelho tirar fotos sem nenhum tipo de problema, pois bem muitas vezes não é bem assim.

Quando é anunciada a proteção de um aparelho ele conta com uma certificação da Ingress Protection, ela que avalia se o aparelho tem a capacidade de ficar submerso ou ser resistente a poeiras, por exemplo, o iPhone7 tem resistência IP67, o primeiro número é a nota referente a resistência a poeira sendo 6 a nota máxima, já o segundo número é referente a resistência contra água no caso ele tem nota 7. A nota 7 permite que o aparelho fique submerso durante 30 minutos em até um metro de profundidade, mais que isso existe uma grande chance de dar problemas.

Outro exemplo é o Galaxy S7 que tem proteção IP68, sendo que no segundo número 8 é a nota máxima atualmente, só consegue essa nota os aparelhos que consigam ficar submerso mais de um metro sendo que o tempo pode variar conforme a empresa. O Galaxy S7 aguenta 30 minutos em até 1,5 metro de profundidade.

Mas o que chama atenção é a garantia, por mais que muitas vezes essa resistência seja bastante divulgada pelas fabricantes ela pode dar uma dor de cabeça para os consumidores, primeiramente a Apple afirma que a resistência pode diminuir com o tempo e além disso a garantia não cobre danos com líquidos. O mesmo é repetido pela Sony e também pela Samsung, as duas contam com aparelhos resistentes.

Manual de garantia da Samsung:

Manual de garantia da Sony

Sendo assim é bom evitar o uso dos aparelhos nessas condições para não ter uma dor de cabeça no futuro.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta