O tribunal de Tagansky, em Moscou, aprovou recentemente um pedido da Roskomnadzor, a agência de vigilância da Rússia, pedindo para bloquear o aplicativo Telegram no país. A proibição deve entrar em vigor assim que a Telegram recorrer da decisão no próximo mês, segundo a BBC.

A ação ocorreu após inúmeras  negociações entre o aplicativo de mensagens e o órgão regulador das telecomunicações da Rússia. Dois anos atrás, a Rússia implementou uma lei que obrigava todos os serviços de mensagens a fornecer às autoridades os meios para descriptografar as mensagens. O Telegram tinha até o dia 4 de abril para entregar as chaves de criptografia usadas para embaralhar as mensagens, mas o app se negou a fornecer as chaves de acesso ás conversas para as autoridades locais.

O Telegram segue informando que o seu serviço foi criado de forma á impedir até mesmo a própria empresa de obter acesso as mensagens. Além do WhatsApp, o Telegram  é um dos aplicativos de mensagens mais populares na Rússia e no Oriente Médio, com cerca de 200 milhões de usuários ativos nessas regiões.

VEJA TAMBÉM

Quando a proibição entrar em vigor, os domínios e endereços IP da Telegram provavelmente serão bloqueados por provedores de internet russos. Mas como sabemos, os usuários conseguirão utilizá-lo através da VPN.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here