Vivo ultrapassa a Samsung, e será o primeiro aparelho com sensor de impressão na tela

Ao contrário do que todos pensavam, a Samsung não será a primeira empresa a ter como lançamento uma nova tecnologia: sensor de impressão digital na tela do aparelho. Um anuncio acaba de ser feito pela Synaptics, onde informa que o primeiro sensor de impressão digital na tela do mundo estará entre as 5 maiores fabricantes de smartphones.

Sensor criado pela Synaptics equipará os aparelhos da Vivo em 2018.

Segundo informação do contribuinte Patrick Moorhead de Forbes, que ficou algum tempo em mãos com uma unidade de pré-produção do telefone da Vivo, este deve ser o primeiro aparelho a ter a nova tecnologia.

Sem dúvidas, eis uma boa notícia para a china e todo o mercado asiático. Isso por que a Vivo é grande na China e faz parte da gigante BBK Electronics, empresa criadora da Oppo e do OnePlus.

Com relação à tecnologia por trás do scanner de impressão digital na tela, carregando o nome do modelo Clear ID FS9500, ele foi criado para funcionar com telefones com orientação 18: 9 e 20: 9, ou seja, com a já conhecida “tela infinita”, tendência que deve se espalhar ainda mais no próximo ano.

O novo sensor na tela é um pequeno dispositivo CMOS colocado abaixo de uma tela AMOLED. Para que funcione, o dedo deve ser iluminado, para que o scanner de impressão digital possa ler as reflexões da digitalização digital. Além disso, uma ligeira melhora no consumo de energia não deve ser descartada com a evolução.

Sem dúvidas, a Vivo deverá ser a primeira a ter em sua gama de aparelhos um smartphone com leitor de digitais sob a tela em 2018. No entanto, ainda não tem data definida para isso ocorrer.

Via
PhoneArena

Felipe Lupetti

Focado na área da tecnologia e Smartphone, 29 anos e redator do site Tudo em Tecnologia.

Você vai gostar

10 Comments

  1. A cada ano que passa as fabricantes chinesas se destacam mais e mais no cenário mundial, inclusive lançando tendências, a concorrência vai se acirrar com certeza!

  2. Se uma tela já custa um preço assustador para uma troca, imagine com o sensor de impressão na tela. Vai ter que vender o carro para poder pagar a troca e financiar o resto

Deixe uma resposta

Close
Close