Análise Redmi S2: vale a pena economizar?

A Xiaomi em 2018 trouxe ótimos lançamentos, evoluindo bastante em relação aos aparelhos anteriores. Já comprovei isso com o Redmi Note 5 e hoje chegou a vez de trazer o Análise Redmi S2 e saber se vale a pena economizar ou gastar a mais pelo Note.

Com preço muito acessível, o Redmi S2 tem um hardware já bastante conhecido. Seu chipset é o Snapdragon 625 Octa-core de 2.0 GHz aliado a 3 ou 4 GB de memória RAM e 32 ou 64 GB de armazenamento. Vale a pena? Vamos descobrir nas próximas linhas.


ONDE COMPRAR?

CONFIGURAÇÃO AVALIADA

  • CHIPSET: Qualcomm Snapdragon 625
  • PROCESSADOR: Octa-core de 2.0 GHz
  • GPU: Adreno 506
  • MEMÓRIA RAM: 3 GB
  • MEMÓRIA INTERNA: 32 GB
  • CÂMERAS: Dual 12 MP + 5 MP e frontal de 16 MP
  • TELA: 5.99″ com resolução HD+
  • BATERIA: 3.000 mAh
  • CONEXÕES: 4G, WiFi 802.11 b/g/n, Bluetooth 4.2 e GPS
  • LEITOR BIOMÉTRICO: Sim
  • DIMENSÕES: 16 x 7,7 x 0,81 cm (A x L x E)
  • SISTEMA: Android 8.1 Oreo (MIUI 10)

ANÁLISE REDMI S2

ACABAMENTO e DESIGN

A grande maioria dos smartphones da Xiaomi tem construção em alumínio, entretanto para baratear os custos o Redmi S2 é feito em plástico. Para faixa de preço, não compromete, até porque é bem agradável e de fato parece muito com metal.

Na parte traseira o Redmi S2 tem linhas bem bonitas. Eu particularmente gostei mais do design dele que do Redmi Note 5. Isso acontece por conta das linhas das antenas nas extremidades terem ficados mais harmoniosas.

O Redmi S2 não é um smartphone pequeno. Ele tem display de 5.99 polegadas, e apesar das bordas reduzidas, não são tão pequenas assim. E o resultado é que ele tem 16 cm de altura x 7.7 cm de largura, entretanto é bem leve com 170 gramas.

Analisando um aparelho de baixo custo, o Redmi S2 entrega sim um belo conjunto em relação ao acabamento e também design. Seria perfeito se fosse em alumínio, porém isso ficou a cargo do Note 5.

CÂMERAS

Olhando na teoria, parece que ele tem as mesmas câmeras do Note 5, mas na prática tudo muda. O Redmi S2 chega com sensor principal de 12 megapixels f/2.2, 1.25μm aliado ao secundário de 5 MP. Já para selfies ele tem 16 megapixels.

Com boa iluminação a câmera do Redmi S2, tanto a traseira como a frontal vai muito bem. Ela também consegue capturar imagens com fundo desfocado.

O nível de detalhes é bom, assim como o alcance dinâmico, principalmente levando em conta sua faixa de preço, pois ele custa a partir dos R$550.

Para selfies o trabalho é bem justo, entregando boas imagens. A qualidade só vai ficar comprometida a noite, nesse ponto infelizmente não tem milagres, pois até os tops sofrem…

No geral, o Redmi S2 entrega resultados justos para faixa de preço, tanto para fotos como também selfies. A Xiaomi só vem pecado na qualidade dos vídeos, pois acaba não ficando legal como deveria.

DESEMPENHO

A cada geração os smartphones de baixo custo vem entregando melhor performance. E com o Redmi S2 isso não é diferente, afinal estamos em mãos com um aparelho equipado com Snapdragon 625 Octa-core de 2.0 GHz aliado a 3 ou 4 GB de memória RAM. Essa é a configuração do Moto Z Play, que foi lançado no Brasil custando mais de 3x mais.

As respostas do Redmi S2 para uso do cotidiano são boas. Ele abre com agilidade os apps, assim como seu multitarefa agradou, sendo mais bem otimizado que o Redmi Note 5. Entretanto para quem quer mais fluidez, o Xiaomi Mi A2 Lite ainda é superior por conta do Android puro.

Mesmo com 3 GB de memória RAM, o multitarefa do Redmi S2 surpreendeu positivamente, pois ele consegue manter muitos apps carregados no sistema, isso faz com que as respostas nas transições entre eles fiquem mais rápidas.

Se você gosta de jogos o Redmi S2 vai atender adequadamente, pois ele roda bem os títulos mais famosos da Play Store, embora a qualidade gráfica seja bem simples.

A experiência de uso em relação a performance com o Redmi S2 é muito boa e em nenhum momento enfrentei travamentos. Porém em algumas situações as respostas são mais lentas, como saída de jogos mais pesados…

SISTEMA

A Xiaomi vem trabalhando bem na MIUI, onde a cada atualização vem melhorando. Se antes as notificações eram problemas, atualmente já não é mais, sendo possível responder todas facilmente. E em relação a versão do sistema Google ele está muito atualizado, chegando com Android 8.1, porém a estrela principal é a MIUI 10, que chega com várias mudanças em seu design.

O pacote de apps que vem instalado na MIUI 10 em sua grande maioria são muito úteis, como: gravador de voz, gravador de tela, Mi Remote (para função controle remoto, pois ele tem infravermelho) e o segurança (gerenciamento completo do smartphone).

Ainda na MIUI é possível duplicar contas de aplicativos, sendo fácil usar dois Facebook, dois WhatsApp, por exemplo. Vale ainda destacar o excelente gerenciamento de bateria, mas a autonomia revelaremos nas próximas linhas. E outro grande destaque é a navegação por gestos, onde é possível ocultar botões do Android, ganhar mais espaço e fazer tudo por gestos. Eu me adaptei muito bem e o Xiaomi foi o mais prático nessa função, sendo bem melhor que o OnePlus 6, o ponto negativo é que estranhamento há alguns lags nas transições quando está usando o recurso, coisa que não acontece com botões do Android.

No mais, é o Android 8.1 que conta com multi idiomas, Play Store e todos updates via WiFi no próprio Redmi S2 que inclusive já roda o patch de segurança de agosto.

TELA

Depois de testar o Redmi 5 Plus e o Redmi Note 5, ambos com display de 5.99″ 18:9 Full HD, chegou a hora de pegar o Redmi S2. Logo de cara dá para perceber a queda na qualidade de imagem da tela HD+ dele.

O display tem 5.99 polegadas com resolução HD+ de 720 x 1440 pixels, o que representa uma densidade de pixels por polegada de 269, enquanto o aproveitamento da parte frontal alcança os 74.5%. O brilho é mais que suficiente para usar em qualquer ambiente, possuindo ajuste automático, recurso que falta no J7 Prime, por exemplo. Ele já conta com display Full-View com proporção 18:9, as bordas são menores, porém nas próximas gerações ainda dá pra Xiaomi diminuir bordas e aumentar o aproveitamento de tela na parte frontal.

A baixa densidade de pixels por polegada fica bem nítido e falta um pouco de vida nas cores, que são opacas. É uma economia bem nítida em relação ao display dos outros modelos citados. Porém para faixa de preço, é aceitável.

BATERIA

A Xiaomi equipa boa parte dos seus aparelhos com uma bateria de 4000 mAh, entretanto isso não aconteceu com o Redmi S2. Ele tem uma de 3080 mAh e na prática sua autonomia é muito pior que o Redmi Note 5.

No uso diário, até dá para passar um dia longe da tomada, mas fica limitado a mais ou menos 5 a 6 horas de tela. Com Redmi Note 5 consegui entre 9 a 10 horas, basicamente o dobro.

O Redmi S2 não decepciona, porém também não surpreende, resultado, ele faz apenas o dever de casa, cumprindo o básico…

VALE A PENA?

A Xiaomi sempre aposta no custo-benefício em seus smartphones! O Redmi S2 é um exemplo clássico, pois entrega bom conjunto por um preço muito acessível. Seu hardware é atualizado, boas câmeras e belo design.

A autonomia da bateria poderia ser melhor se usasse a mesma do Redmi Note 5. Entretanto no geral, o Redmi S2 tem muito mais pontos positivos do que negativos, por isso vale a pena comprar.

A conclusão é que se você realmente só tem até R$600 para comprar um novo smartphone, vale a pena sim investir no Redmi S2, principalmente a versão com 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento. Porém se puder gastar um pouco a mais, invista no Redmi Note 5 ou no Xiaomi Mi A2 Lite, aparelhos com conjuntos melhores e pequena diferença de preços.


ONDE COMPRAR?


PERGUNTAS E RESPOSTAS

Demora muito tempo para chegar?

Em geral as encomendas chegam muito mais rápido nesse período do ano (entre março a outubro). Enquanto o OnePlus 6 levou cerca de 21 dias corridos, o Redmi S2 demorou exatos 41 dias até receber em minha residência, um prazo aceitável, porém o normal é entre 25 a 30 dias.

Paga imposto?

Todo produto importado de uma loja pode ser taxado. Em média as taxas estão sendo na faixa dos R$230 a R$250 para quase todos os estados, exceto MG, RRS, SC e a capital da Paraíba, onde cobram ICMS, ficando a taxa na casa dos R$450. No caso do Redmi S2 paguei pouco mais de R$230 reais

É seguro comprar na GearBest?

Sim, 100% seguro! A loja já é nossa parceira de longa data, então pode comprar com tranquilidade. Você pode aprender a comprar corretamente na loja seguindo nosso tutorial AQUI.

O produto tem garantia?

Sim, a loja oferece 1 ano de garantia a partir da data da compra. Para saber mais sobre garantia, consulte termos no site da loja.

Se você tem alguma dúvida sobre o Redmi S2 ou de como importar o seu, entre já nos nosso grupos no WhatsApp:

NOTAS

ACABAMENTO e DESIGN - 8.4
CÂMERAS - 8
DESEMPENHO - 8.6
SISTEMA - 9
TELA - 8.2
BATERIA - 7.8
CUSTO-BENEFÍCIO - 9.4

8.5

O Redmi S2 é um smartphone bem justo para sua faixa de preço. Oferece uma boa performance, belo design, boas câmeras e bateria OK. Porém se você pode gastar mais, vale a pena olhar o Redmi Note 5.

COMPRAR RECOMENDAÇÃO
User Rating: 3.9 ( 1 votes)

Você vai gostar

Deixe uma resposta

Fechar
Fechar