Mais um caso envolvendo explosão de um smartphone assusta a todos, e dessa vez as consequências foram bem desastrosas.

A explosão ocorreu no dia 18 de novembro, em Morfa Bychan, País de Gales. A adolescente Caitlin Era Durant, de 15 anos, havia deixado o seu iPhone carregando durante a noite, como de costume. Porém acordou surpreendida pelo fogo tomando conta do seu quarto.

O smartphone superaqueceu enquanto estava conectado à tomada, ateando fogo no lençol da adolescente, o que fez as chamadas se espalharem rapidamente por todo o quarto da garota.

De acordo com os relatos dos bombeiros, tanto o iPhone quanto o seu carregador foram completamente destruídos, devido a isto ficou impossível identificar o modelo exato do smartphone.

Mas o quarto de Caitlin não foi o único a ser atingido pelas chamas do incêndio. De acordo com a sua mãe, Gemma, o fogo também consumiu o quarto de sua outra filha e o escritório da casa. Devido à gravidade do incidente, a residência ficará inabitável por até seis meses.

O carregador utilizado pela adolescente era o original que veio no kit do iphone, descartando a possibilidade de o incêndio ter sido causado por um acessório pirata.

Os bombeiros responsáveis por conter as chamas do incêndio deram dicas para evitar incêndios do tipo. De acordo com o chefe do corpo de bombeiros em Morfa Bychan, é importante desligar os carregadores e retirá-los da tomada antes de dormir. Assim evita que o aparelho superaqueça devido a um longo tempo conectado à rede elétrica.

Até o momento a Apple ainda não se pronunciou sobre o ocorrido.

 

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta