Quando a LG apresentou o G6 nós ficamos animados, pois o smartphone realmente tem muitas qualidades, uma inovação clara em relação ao fracassado G5. Mas a animação foi embora ontem com o lançamento oficial do aparelho no Brasil, onde seu preço foi revelado.

O novo flagship coreano será vendido com preço sugerido de R$3999, o que é exatamente o mesmo do Galaxy S8. O que a princípio pode parecer normal, visto que ambos são os modelos TOP de cada marca, correto? Na teoria sim, mas na prática não!

POR QUE O LG G6 SERÁ UMA DECEPÇÃO?

Antes de ir direto ao ponto e responder a pergunta, vamos conhecer as principais características do LG G6. O smartphone vendido no Brasil conta com Snapdragon 821, 4 GB de memória RAM e 32 GB de armazenamento. Um dos grandes destaques é sua tela de 5,7 polegadas, um display IPS QuadHD+ com resolução de 1440 x 2880 pixels e formato 18:9 e com aproveitamento de 80%, o que faz com que ele seja menor que o G5 com seu display de 5,3″.

O G6 é o primeiro flagship da LG a ser resistente a água e poeira, ou seja, mais um destaque. As câmeras também evoluíram, agora na traseira são 2 sensores de 13 megapixels, sendo uma com abertura f/1.8 e outra f/2.4 (maior abertura angular). A bateria de 3300 mAh tem boa capacidade.

MAS ENTÃO PORQUE SERÁ UM FIASCO?

São dois motivos para o G6 se tornar um fisco total no mercado brasileiro. O primeiro culpa da própria empresa, que é o preço sugerido de R$3999, que segundo a LG, foi por conta de posicionamento de mercado.

O segundo motivo é que por R$3999 está o Galaxy S8, um smartphone que está em um nível superior, tanto de poder de processamento, quanto em inovações. O curioso é que no mercado exterior o G6 é mais de US$100 dólares mais barato que o S8, então colocar ele frente a frente claramente é um erro?

Apesar de um ótimo aparelho e tem tudo para ser o melhor que a LG já produziu, o G6 chega com metade de armazenamento, são 32 contra 64 GB do S8. Em relação ao chipset, temos o Exynos 8895 10nm contra o Snapdragon 821 14nm e a vantagem é clara para o Exynos. Some ainda a tela superior, pois estamos falando de uma tela curva Super AMOLED 1440 x 2960 pixels com 5,8 polegadas.

Para piorar a situação do LG G6 frente ao Galaxy S8, o smartphone da Samsung ainda tem recursos exclusivos, como o DEX, uma Dock que transforma o aparelho em um PC de mesa. Ainda tem o assistente pessoal Bixby, porém como ele ainda não está disponível no Brasil, inicialmente não levamos em consideração.

Para jogar a pá de cal no assunto, o Galaxy S8 é vendido na pré-venda com brinde, a nova geração do GearVR, um acessório que custa R$750, embora o mais interessante seria o Samsung DEX e não o GearVR.

O LG G6 PODE TER SEU ESPAÇO!

O G6 pode sim ter seu espaço no mercado nacional, pois é um smartphone com grandes destaques, mas para isso acontecer, é preciso que a LG reconheça seu exagero no preço do produto e reposicione seu flagship para casa dos R$3299 a no máximo R$3499.

Certamente não irá demorar para os preços caírem, ou vai correr um grande risco de encalharem, pois exceto alguns casos, é bem improvável alguém deixar de levar o Galaxy S8 para levar o LG G6…

4 COMENTÁRIOS

  1. Questão de tela é relativo. Eu prefiro telas IPS. Tela super amoled tem cores muito saturadas. Eu como trabalho com fotografia, gosto da fidelidade de cores. A cores em telas super amoled ficam bonitas de se ver, mas não são reais.

Deixe uma resposta