E finalmente, depois de tantos rumores e vazamentos, o Motorola Moto M é lançado oficialmente, chegando ao mercado com bom poder de fogo e preço bem competitivo.

Como já foi revelado nos milhares de vazamentos, o Moto M chega ao mercado com uma tela de 5,5 polegadas com resolução FullHD, processador MTK Helio P15 de oito núcleos a 2.2GHz, memória RAM de 4GB e 32GB de armazenamento interno. O aparelho chega com um bom conjunto de câmeras, sendo a traseira com 16 megapixels e a frontal com 8 megapixels. As demais especificações são completadas com suporte a cartão de memória de até 128GB, leitor de impressões digitais na parte traseira, 4G LTE e uma bateria de 3.050mAh.

Especificações Técnicas:

  • Tela de 5,5 polegadas com resolução FullHD
  • Processador MTK Helio P15 octa-core a 2.2GHz
  • GPU Mali-T860 MP2
  • 4GB de memória RAM
  • 32GB de armazenamento interno com suporte a microSD de até 128GB
  • Câmera traseira de 16 megapixels
  • Câmera frontal de 8 megapixels
  • Leitor de impressões digitais
  • USB Type-C
  • Bateria de 3.050mAh
  • Android 6.0 Marshmallow

Um de seus destaques é em relação a sua construção. O Moto M é construído a partir de um corpo feito totalmente em metal, com uma camada de revestimento hidrofóbico dupla que irá auxiliar na proteção contra respingos d’água. Infelizmente essa é a única proteção do aparelho, aqui não há nenhuma classificação IP ou resistência a algo como água ou poeira.

O aparelho chega ao mercado chinês por um preço bem competitivo, custando CNY 1.599, cerca de R$ 764 sem impostos. Ainda não há informações da disponibilização em outros mercados.

VIAAndroid Authority
COMPARTILHE

2 COMENTÁRIOS

  1. Não acho que seja um preço tão competitivo assim. Afinal o processador não é tido isso e mais. O preço de 764 para os chineses por isso… ? Acho que eles não acham tão competitivo assim. Um redmi note 3 pro. Ou redmi note 4, tem preços ainda menores na china. E ainda tem o redmi note pro. Com dual câmera.
    É bacana. Mas n chega disputando vaga entre os queridos. Só foi lançado como mais uma opção disponível, na minha opinião.

Deixe uma resposta