Nova tecnologia poderia impedir explosão da bateria dos smartphones

Embora seja raro, o mau uso do smartphone ou outros motivos de fábrica podem ocasionar uma explosão da bateria. Como referência, tivemos o  Samsung Galaxy Note 7, onde problemas internos resultaram em várias explosões, o que fez com o smartphone fosse retirado do mercado. 

Mas como isso pode acontecer? Na verdade, a célula de íon de lítio possui dois eletrodos separados por um pedaço fino de plástico. Se esse plástico falhar por algum motivo, e os dois eletrodos se tocarem, o eletrólito líquido na célula pode pegar fogo.

No entanto, descobriu-se que a mistura de um aditivo de sílica nos eletrólitos permite que o líquido se torne duro no momento do impacto, evitando que os eletrodos se toquem. Diante disso, a explosão poderia ser evitada. De acordo com o pesquisador Gabriel Veith,  o objetivo final é criar uma bateria de íons de lítio que continuaria a funcionar mesmo quando parte da bateria fosse danificada em um impacto, fazendo com que algumas das baterias fossem danificadas. eletrólitos dentro da célula para endurecer. 

Veja também:

Eventualmente, essa tecnologia pode acabar dentro de baterias de lítio-íon que alimentam smartphones, ajudando a torná-las mais seguras. Agora, basta as fabricantes dos nossos smartphones aderirem a isso, mantendo assim a segurança de todos. 


Obs.: Participe dos nossos grupos no WhatsApp e tenha acesso á promoções e cupons de desconto exclusivos:

Via
PhoneArena

Deixe uma resposta

Fechar
Fechar