Apple admite ter enganado consumidores e recebe punição severa

A Apple finalmente admitiu ter feito declarações falsas e enganosas para alguns usuários do iPhone. O ato aconteceu entre os anos de 2015 e 2016, mas só agora as consequências disso estão vindo á tona. De acordo com informações, um tribunal australiano impôs uma multa de US $ 9 milhões á Maça pelo ato impróprio.

Em primeiro lugar, tudo teria começado quando a Comissão Australiana de Concorrência e Consumidores (ACCC) recebeu reclamações de um grande número de usuários sobre o ‘erro 53’ que efetivamente desativaram seus dispositivos após uma atualização.

A Apple nos EUA foi condenada a pagar US $ 9 milhões em multas por fazer declarações falsas ou enganosas a clientes australianos

Diante disso, os usuários revoltados afirmaram que a empresa estava negando solucionar o problema. Além disso, segundo eles, a Apple teria ainda dito que seus aparelhos receberam reparos não autorizados. De acordo com Sarah Court, comissária da ACCC, “esses reparos podem ser tão pequenos quanto ter uma tela quebrada substituída em um iPhone ou iPad, o que todos nós precisamos fazer de tempos em tempos”.

Veja também:

Além disso, Sarah continua: “Clientes e consumidores são livres para fazer reparos e telas em seus dispositivos por reparadores tercerizados, desde que esse reparo não danifique o sistema subjacente do telefone”. Finalmente, a Apple confirmou todas essas acusações e, admitiu o ocorrido. A empresa inclusive ofereceu até ofereceu um compromisso judicial para “não se envolver neste tipo de conduta futuramente.


Baixe o Aplicativo Tudo em Tecnologia e fique ligado no que há de melhor em tecnologia e promoções em smartphones!

Via
GSMArena
Fonte
Smh

Você vai gostar

Deixe uma resposta

Fechar
Fechar